UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Corinthians descarta reclamação formal por polêmica com VAR na final

Marcello Zambrana/AGIF
Wagner do Nascimento Magalhães consulta VAR durante final da Copa do Brasil Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo

19/10/2018 04h00

O Corinthians descartou fazer uma reclamação formal à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) depois das polêmicas com o árbitro de vídeo (VAR) na final da Copa do Brasil. O clube entende que o time alvinegro já foi prejudicado e também beneficiado em jogos da atual temporada.

Após a partida contra o Cruzeiro, o presidente Andrés Sanchez disse que "infelizmente era preciso conviver com o VAR". A maior reclamação do mandatário, no entanto, foi o excesso de rigor do árbitro Wagner Nascimento Magalhães no começo de jogo. Andrés fez críticas ao juiz por ele ter mostrado quatro cartões amarelos a jogadores do Corinthians em 32 minutos de jogo. (Por Diego Salgado)

Cruzeiro desloca segurança para cuidar de taça

O Cruzeiro deslocou um membro da equipe de segurança para cuidar do troféu da Copa do Brasil na chegada a Belo Horizonte. No desembarque ocorrido na tarde seguinte ao título do torneio, na Arena Corinthians, o clube entrou em acordo com a gestão do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, para que os atletas passassem por uma saída diferente e a taça também. Na descida, um dos membros da equipe de segurança teve a incumbência de carregar o troféu.

Mais UOL de Primeira

Topo