Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Corinthians descarta reclamação formal por polêmica com VAR na final

Wagner do Nascimento Magalhães consulta VAR durante final da Copa do Brasil - Marcello Zambrana/AGIF
Wagner do Nascimento Magalhães consulta VAR durante final da Copa do Brasil
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo

19/10/2018 04h00

O Corinthians descartou fazer uma reclamação formal à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) depois das polêmicas com o árbitro de vídeo (VAR) na final da Copa do Brasil. O clube entende que o time alvinegro já foi prejudicado e também beneficiado em jogos da atual temporada.

Após a partida contra o Cruzeiro, o presidente Andrés Sanchez disse que "infelizmente era preciso conviver com o VAR". A maior reclamação do mandatário, no entanto, foi o excesso de rigor do árbitro Wagner Nascimento Magalhães no começo de jogo. Andrés fez críticas ao juiz por ele ter mostrado quatro cartões amarelos a jogadores do Corinthians em 32 minutos de jogo. (Por Diego Salgado)

Cruzeiro desloca segurança para cuidar de taça

O Cruzeiro deslocou um membro da equipe de segurança para cuidar do troféu da Copa do Brasil na chegada a Belo Horizonte. No desembarque ocorrido na tarde seguinte ao título do torneio, na Arena Corinthians, o clube entrou em acordo com a gestão do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, para que os atletas passassem por uma saída diferente e a taça também. Na descida, um dos membros da equipe de segurança teve a incumbência de carregar o troféu.

Mais UOL de Primeira