UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

CBF encaminha acordo com Fifa para liberar R$ 340 mi por legado da Copa

Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação
Presidente eleito da CBF, Rogério Caboclo (foto) finaliza articulação com a Fifa para receber verba por Copa-2014 Imagem: Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte

31/10/2018 04h00

A CBF está perto de, enfim, ter à disposição uma bolada de 92 milhões de dólares (R$ 340 milhões) referentes ao Fundo de Legado da Copa, promessa feita pela Fifa após o evento no Brasil em 2014. Desde o anúncio, a Confederação só teve acesso a 8% (R$ 29,6 milhões) do montante de 100 milhões de dólares previsto inicialmente, ficando o restante travado por conta dos escândalos envolvendo cartolas e a consequente prisão do ex-presidente da entidade José Maria Marin. Os cartolas creem que essa grana cairá na conta até dezembro deste ano.

A Fifa recuou e tentou fazer com que o dinheiro fosse liberado à medida que cada projeto prometido pelos brasileiros fosse tocado. Posteriormente, foi tentando que a CBF criasse uma empresa para gerir os projetos e os recursos. Após idas e vindas, os brasileiros conseguiram convencer a Fifa de que tudo deveria ser gerido por aqui, sob uma auditoria periódica da entidade doadora. As partes encaminharam o acerto e agora finalizam os estudos do novo contrato a ser assinado. Assim que o montante estiver à disposição, a divisão dos recursos já está definida: construção de centros de treinamentos nas capitais que não receberam a Copa (60%), futebol feminino (15%), futebol de base (15%), área médica (4%), CBF Social (4%) e área administrativa (2%). (Por Leo Burlá)

Mais UOL de Primeira

Topo