UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Líderes com medo de punição esfriam mobilização por paralisação da série B

Leonardo Moreira/Fortaleza Esporte Clube
Fortaleza, do técnico Rogério Ceni, é um dos clubes que teme punição da CBF por paralisação da série B Imagem: Leonardo Moreira/Fortaleza Esporte Clube
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo, Porto Alegre e Belo Horizonte

01/11/2018 04h00

A mobilização dos clubes da Série B do Brasileiro por uma paralisação em resposta à ausência de pagamento das cotas de TV da competição, Ainda que incomodados pelo impasse entre CBF, TV Globo e o Coritiba, os cabeças do movimento já compreendem que a ideia perdeu forças por conta do temor de alguns clubes, em especial os líderes da tabela que brigam pelo acesso, em serem punidos com medidas administrativas, como um WO.

A De Primeira apurou que os dirigentes conversam entre si para uma solução menos radical e que ouviram do Coritiba o compromisso de que o clube do Paraná assinará o aditivo proposto pela Globo, desde que a emissora limite o prazo apenas ao torneio deste ano. O Coxa publicou uma nota em seu site indicando esta propensão. Entretanto, a Globo tem considerado que a CBF já descumpriu o prazo que teve para resolver o impasse e considera a adesão irrelevante. A CBF, por sua vez, tem noção do temor dos clubes quanto à suspensões e penas e demonstra preocupação discreta com a hipótese de paralisação. (Por Napoleão de Almeida)

Mais UOL de Primeira

Topo