Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Vídeo de Deyverson não foi brincadeira, e papo com Felipão selou "fico"

Ale Cabral/AGIF
Atacante Deyverson (e) estava acertado com chineses antes de papo definitivo com Luiz Felipe Scolari (d) Imagem: Ale Cabral/AGIF
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo, Porto Alegre e Belo Horizonte

2019-02-28T04:00:00

28/02/2019 04h00

Diversas pessoas ligadas à direção do Palmeiras e envolvidas nas conversas sobre a proposta chinesa por Deyverson afirmam que o vídeo de despedida do atacante que viralizou no último domingo (24), ao contrário da versão oficial dita por ele, não tratou-se de brincadeira. Segundo os dirigentes, é de fato um vídeo de despedida gravado pelo jogador antes de optar pela permanência, anterior ao domingo. Deyverson teria comunicado que aceitaria a saída a representantes do clube.

O ponto-chave para a permanência foi a conversa com Luiz Felipe Scolari. Nela, o centroavante expressou sua relutância em se transferir ao futebol chinês, e questionou sobre seu futuro no Palmeiras. Ao ganhar o apoio do treinador e a garantia de que era parte dos planos, decidiu ficar. A venda teria garantido 12 milhões de euros aos cofres alviverdes, com possibilidade de aumento para 15 caso algumas metas fossem atendidas. Os valores eram considerados importantes pela cúpula alviverde, que precisa vender atletas em 2019 para garantir resultado financeiro positivo. (Por Danilo Lavieri e Pedro Lopes)
 

Mais UOL de Primeira