Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Leilão beneficente de Neymar é cancelado após acusação de estupro

Thyago Andrade/AgBrazilNews
Imagem: Thyago Andrade/AgBrazilNews
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo, Beo Horizonte e Rio de Janeiro

02/07/2019 04h00

A terceira edição do leilão beneficente que leva o nome de Neymar não acontecerá em 2019. A decisão foi tomada após a acusação de estupro que envolveu o atacante e dominou o noticiário das últimas semanas. A expectativa inicial era que o evento acontecesse no dia 10 de julho, como chegou a ser anunciado por pessoas próximas ao jogador.

O estafe do jogador argumentou que a realização da Copa América - não disputada pelo atleta - dominou as atenções e impediu a realização do evento. Segundo apurou a De Primeira, no entanto, a acusação de Najila Trindade de fato atrapalhou a organização do evento, que não tem nova data para acontecer. Vale lembrar que em 2018, mesmo com a eliminação do Brasil na Copa do Mundo da Rússia dias antes - com Neymar em campo - o leilão foi realizado normalmente, contando inclusive com a presença de Bruna Marquezine, então namorada do craque. O evento arrecadou R$ 3,5 milhões que foram convertidos para o Instituto Projeto Neymar Jr.

Em 3 de junho, após a acusação de Najila se tornar pública, tanto o pai de Neymar como Altamiro Lopes, diretor do instituto, haviam confirmado que o leilão aconteceria. "Com certeza, não vai mudar nada", disse o pai do jogador ao ser questionado se o leilão aconteceria no dia 10 de julho. (Por Leandro Carneiro e Ricardo Perrone)

Mais UOL de Primeira