10+: confusões de torcidas e lambança de zagueiro do SP marcam rodada

Do UOL, em São Paulo

A rodada deste fim de semana (13 e 14 de fevereiro) dos campeonatos estaduais foi marcada por confusões envolvendo torcedores de Vasco e Flamengo, no clássico carioca, e de Corinthians e São Paulo, no paulista.

A arquibancada também foi protagonista no Gauchão, em protesto conjunto das torcidas de Internacional e Aimoré. Mas não foi só isso: dentro de campo, destaque negativo para Lucão, zagueiro do são-paulino, que falhou feio em gol de rival. Confira outras histórias marcantes na lista abaixo

 

10+ dos estaduais

Ricardo Nogueira/Folhapress
Ricardo Nogueira/Folhapress

3

Gaviões fura bloqueio e faz protestos

A revista realizada pela Polícia Militar antes de Corinthians x São Paulo foi driblada pela Gaviões da Fiel neste domingo, em Itaquera. No segundo tempo do clássico, a organizada voltou a exibir faixas em tom de protesto, como já havia feito na última quinta-feira, contra o Capivariano. O árbitro chegou a paralisar o jogo no 2º tempo e pediu que o zagueiro corintiano Felipe, capitão no clássico, fosse até as organizadas para que as faixas fossem recolhidas.
Reprodução / Facebook
Reprodução / Facebook

5

Proibido para menores

O XV de Piracicaba informou no sábado (13), nas redes sociais, que menores de idade estariam proibidos de entrar na partida do clube contra o Mogi Mirim, fora de casa, pela 4ª rodada do Campeonato Paulista. A decisão foi do Juiz Fábio Rodrigues Fazuoli, da 3ª Vara Cível de Mogi Mirim. Segundo o comunicado, o objetivo era "garantir a integridade de crianças e adolescentes". Presidente do XV, Rodrigo Boaventura alertou para "medida absurda". A partida terminou em 0 a 0.

6

Que isso, Lucão?

O Corinthians contou com uma infelicidade dupla do zagueiro Lucão para abrir o placar contra o São Paulo, no clássico de domingo, na Arena Corinthians, pelo Campeonato Paulista. Lucca foi quem aproveitou os erros do defensor tricolor para estufar as redes. Após André ganhar de Rodrigo Caio, Lucão tentou afastar o perigo da área e acabou chutando em cima do companheiro Mena. Em seguida, tentou recuar para o goleiro Denis, mas errou totalmente a direção do passe e deixou a bola limpa para finalização do rival.
Divulgação/Santos FC
Divulgação/Santos FC

9

Marcação homem a... cachorro?

Gabigol até marcou o seu no empate entre Santos e Novorizontino por 3 a 3, no sábado, mas teve de driblar um cachorro para tanto. Sim, um cachorro. Firme na coleira, o Pastor Alemão da Polícia latiu de maneira ameaçadora e intimidou o jogador, que solicitou a retirada do animal de campo. Passado o susto, Gabriel fez piada com a situação. "Fui começar a jogada, fiquei bem no canto, e ele latiu para mim. Fiquei meio com medo. Achei que ele ia me atacar e pedi para tirarem ele de perto. Mas acho que ele só estava me marcando também"

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos