6 fatos para o Palmeiras duvidar ou acreditar em vitória contra o Rosario

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Ag Palmeiras

    Palmeiras de Cuca vem de duas vitórias seguidas na temporada

    Palmeiras de Cuca vem de duas vitórias seguidas na temporada

Jogar uma partida contra um adversário direto na Libertadores não é tarefa fácil. A missão é ainda mais complicada quando o adversário tem tradição contra brasileiros e defende uma invencibilidade em seu estádio. O Palmeiras, por sua vez, também terá trunfos no duelo com o Rosario, nesta quarta, na Argentina.

O maior deles é o resgate da confiança dos jogadores após a vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, no Pacaembu. O Palmeiras ainda traz um bom retrospecto contra argentinos na Libertadores, incluindo até um confronto com o Rosario em 2006.

Uma vitória dos argentinos será responsável pela eliminação do Palmeiras na Libertadores, antes mesmo do último jogo da fase de grupo, contra o River. O time alviverde terá poucas chances de classificação se arrancar um empate no estádio Gigante de Arroyto.

Confira os prós e contras do Palmeiras

Rosario não perde há 26 jogos no seu estádio

A última derrota do time argentino no Gigante de Arroyto ocorreu ainda no fim da temporada 2014. O fato se deu no dia 30 de novembro daquele ano, quando o Racing fez 3 a 0. O Rosario, desde então, acumula 26 jogos de invencibilidade no estádio, com 15 vitórias e 11 empates. Os resultados fizeram a equipe voltar à Libertadores depois de dez anos.

Argentinos têm bom retrospecto contra brasileiros em casa

O Rosario não tem tanta tradição em competições continentais. Na Libertadores, por exemplo, são dez participações. Contra os brasileiros, porém, os argentinos sempre vão bem em casa. Em oito jogos, incluindo as Copas Mercosul, Conmebol, Sul-Americana e Libertadores, o Rosario perdeu apenas um (do Inter, 1 a 0, na Sul-Americana 2005). A equipe já venceu Cruzeiro, Atlético-MG, Vasco, São Paulo e Corinthians.

Rosario atravessa a melhor fase dos últimos anos

A equipe argentina vive ótima fase, com dirito a elogios do treinador da seleção, Tata Martino. No atual campeonato argentino, o Rosario ocupa a segunda posição após nove rodadas e luta para acabar com um jejum de 29 anos sem títulos nacionais. Na temporada passada, o Rosario terminou a competição na terceira colocação e chegou à final da Copa da Argentina -- acabou derrotado pelo Boca Juniors na final.

Palmeiras mostrou força na última vitória fora na Libertadores

A equipe alviverde vive uma série de oito jogos sem vitórias fora de casa na Libertadores. A última, entretanto, foi conquistada em uma situação parecida com a atual. Na ocasião, Cleiton Xavier marcou o único gol do contra o Colo-Colo, que deu a classificação à fase de mata-mata ao Palmeiras na edição de 2009. Depois, o time perdeu cinco partidas longe do Brasil, com mais três empates.

Cuca já ficou por um fio na Libertadores. E levou o título

O técnico palmeirense levou o Atlético-MG ao título continental em 2013. Na trajetória, não faltou sofrimento. Nas quartas de final, o goleiro Victor defendeu um pênalti no último minuto na partida contra o Tijuana. Na semifinal e na decisão, o time de Cuca bateu Newell´s Old Boys e Olimpia depois de perder o primeiro jogo por 2 a 0. No Palmeiras, Cuca volta a encontrar uma situação complicada na competição.

Time brasileiro vem de quebra de tabu contra o maior rival

O Palmeiras ganhou fôlego a mais no último domingo ao bater o Corinthians por 1 a 0, no Pacaembu. O triunfo colocou ponto final a um jejum de quase 21 anos sem vitórias sobre o rival no Pacaembu. O resultado foi conquistado após muito sofrimento: Fernando Prass defendeu um pênalti de Lucca aos 30 minutos do segundo tempo. No lance seguinte, Dudu, que não atuará nesta quarta, marcou de cabeça.

FICHA TÉCNICA

ROSARIO CENTRAL X PALMEIRAS

Competição: Copa Libertadores (5ª rodada)
Local: Gigante de Arroyto, em Rosário (Argentina)
Data: 6 de abril de 2016
Horário: 21h45
Árbitro: Roddy Zambrano (EQU)
Assistentes: Byron Romero e Christian Lescano (ambos do EQU)

ROSARIO CENTRAL: Sosa; Salazar, Donatti, Pinola e Álvarez; Cervi (Montoya), Musto, ernández e Lo Celso; Herrera e Marco Ruben. Técnico: Eduardo Coudet

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel, Matheus Sales, Robinho e Zé Roberto; Alecsandro e Gabriel Jesus. Técnico: Cuca

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos