Arana não foi o único: 7 vezes em que atletas se descuidaram na web

Do UOL, em São Paulo

O lateral corintiano Guilherme Arana virou destaque ao publicar sem querer um vídeo íntimo nas redes sociais. Ao perceber o equívoco, o jogador apagou a imagem em que aparecia recebendo sexo oral de uma mulher e pediu desculpas.

O ocorrido com Arana, contudo, não é o primeiro envolvendo atletas. Entre tuítes provocativos e fotos comprometedoras, diversos esportistas acabaram postando o que não deveria e precisaram deletar em seguida.

Confira alguns equívocos protagonizados por atletas:

Ricardo Nogueira/Folhapress
Ricardo Nogueira/Folhapress

Neymar e o "juiz ladrão"

Em 2010, Neymar se envolveu em uma polêmica com o árbitro Sandro Meira Ricci. Fora da partida do Santos contra o Vitória, pelo Campeonato Brasileiro, o atacante postou no Twitter “juiz ladrão, vai sair de camburão” e depois apagou.

Por causa do post, Neymar acabou condenado a indenizar o árbitro em R$ 15 mil. Em nota oficial na ocasião, o jogador afirmou que outra pessoa havia postado em sua conta no Twitter e que não recorreria da decisão.
Pedro Ivo Almeida/UOL
Pedro Ivo Almeida/UOL

O primo do goleiro Felipe

Em 2011, o goleiro Felipe, à época jogador do Flamengo, escreveu tuítes com “Florminense” e se comparando a Fernando Prass, que na ocasião estava no Vasco: “se ele é a muralha, eu sou o paredão”.

No dia seguinte, porém, Felipe usou a rede social para acusar um primo de ter usado seu celular e escrito as provocações. “Um primo pegou meu cel e acabou escrevendo besteira. Jamais desrespeitaria o Fluminense, um clube de grande tradição e que tem um dos times mais fortes do país. Além de ter amigos lá. Da mesma forma, não criaria nenhuma polêmica com o Vasco numa semana tão importante. O Prass é um excelente goleiro. Não tem essa de paredão”.
Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Firmino se descuida em foto no Instagram

Em 2014, Roberto Firmino cometeu uma gafe parecida. No Instagram, o atacante postou uma foto ao lado da então noiva Larissa Pereira. A questão, porém, é que a imagem mostrava partes íntimas dela.

Ao perceber o erro, Firmino apagou a foto do Instagram.
AP /Julio Cortez
AP /Julio Cortez

Vídeo de ginastas brasileiros vaza durante Londres-2012

Durante os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, um vídeo em que os ginastas Arthur Zanetti e Sergio Sasaki aparecem se masturbando vazou na internet. As imagens teriam sido feitas durante a disputa dos Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara (MEX).

Nas imagens, Sasaki aparece se masturbando por um longo período. Em um determinado momento da filmagem, Zanetti entra no banheiro e também começa a se masturbar para as câmeras.
Reprodução
Reprodução

Vídeo vazado rende demissão em clube gaúcho

No Rio Grande do Sul, um vídeo vazado acabou rendendo demissão. Quatro jogadores do Sport Clube Gaúcho, time da terceira divisão estadual, rescindiram contrato por causa de uma filmagem realizada no vestiário.

Na ocasião, um dos jogadores aparecia nas imagens masturbando dois de seus companheiros. Dias depois, os três atletas, além de um quarto, autor da gravação, se reuniram com a diretoria e assinaram a rescisão.
Compartilhe

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos