Topo

Futebol


Bombou nos regionais: VAR polêmico, manifestação política e gol antológico

Corinthians expõe estátua de Sócrates e resgata faixa pró-Democracia de 1983 - Alan Morici/AGIF
Corinthians expõe estátua de Sócrates e resgata faixa pró-Democracia de 1983 Imagem: Alan Morici/AGIF

Do UOL, em São Paulo

01/04/2019 04h00

O fim de semana foi de jogos decisivos nos campeonatos estaduais pelo Brasil. O Flamengo levou o título de campeão da Taça Rio e, em outros estados, começaram as disputas das semifinais.

Em duas partidas, no Paulista e no Mineiro, a utilização do VAR causou polêmica, principalmente entre os torcedores de Palmeiras e Atlético-MG.

No entanto, não foram só as polêmicas que tiveram destaque nos jogos. No Paraná, a torcida do Coritiba de um exemplo de solidariedade com um torcedor rival.

O Corinthians, por sua vez, aproveitou o aniversário de 55 anos do golpe que instaurou a ditadura militar no Brasil para se manifestar a favor da democracia, assim como fizeram torcedores de Vasco e Bahia. Confira:

Pelo Brasil

  • Reprodução

    Polêmica do VAR em jogos de Palmeiras e Atlético-MG

    As semifinais dos campeonatos estaduais começaram sexta-feira (29) com boa dose de controvérsia e polêmicas relacionadas ao trabalho da arbitragem. No Morumbi, na partida entre São Paulo e Palmeiras, o árbitro Vinicius Furlan viu pênalti de Reinaldo sobre Dudu e marcou pênalti. Scarpa pegou a bola e se preparou para a cobrança. No entanto, a equipe do VAR não entrou em consenso sobre o lance e o chamou para revisão. Depois de analisar o replay da jogada, Furlan voltou atrás e anulou a própria marcação. Em Varginha, o Atlético-MG também não conseguiu ir além do empate por 0 a 0 com o Boa Esporte. Contando somente esta partida, a equipe de vídeo arbitragem foi decisiva três vezes sob o comando de Heber Roberto Lopes, anulando dois gols da equipe alvinegro e ainda expulsando um jogador do time. Leia mais

  • Alan Morici/AGIF

    Manifestações políticas no Corinthians e no Vasco

    O Corinthians faz apelo em defesa da democracia hoje (31), dia em que o golpe de estado que instaurou a ditadura militar no Brasil em 1964 completa 55 anos. Para o jogo de ida da semifinal contra o Santos, o clube levou a estátua de Sócrates à Arena e resgatou uma faixa histórica. Torcedores do Vasco tomaram iniciativa parecida na decisão da Taça Rio, contra o Flamengo, com faixa de manifestação com os dizeres "Ditadura nunca mais". Já o Esporte Clube Bahia publicou um vídeo em seu Twitter com imagens da torcida se manifestando contra esse período e afirmou: "Na alegria ou na tristeza. Na saúde ou na doença. De Democracia a gente entende. Hoje e sempre: #NuncaMais". O post recebeu apoio do perfil do Corinthians. Leia mais

  • Golaço do Sampaio Corrêa pela Copa do Nordeste

    Um gol antológico. Assim dá para descrever o lance protagonizado pelo meio-campista Cleitinho, que garantiu a vitória do Sampaio Corrêa por 1 a 0 neste sábado (30), no Castelão, no encerramento da fase de grupos da Copa do Nordeste. O relógio marcava 45 minutos do primeiro tempo quando o jogador pegou a bola no campo de defesa, avançou em velocidade, mas decidiu chutar de lá mesmo e encobriu o goleiro Anderson. Leia mais

  • Reprodução

    Torcedor do Paraná foi ao jogo de torcida única do Coxa

    A torcida do Coritiba deu um belo exemplo na partida contra o Paraná Clube, pelo Campeonato Paranaense. Isso porque um torcedor desavisado do rival foi ao jogo, em que não eram permitidos simpatizantes dos visitantes, mas foi recebido e protegido pela torcida do Coxa.

Mais Futebol