Clima de Libertadores, reforços e lesões marcam pré-temporada do Palmeiras

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

O Palmeiras encerra neste sábado a pré-temporada 2016, depois de um período de 25 dias e apenas uma folga aos jogadores. Desde o último dia 6, o time paulista viveu uma rotina de treinos intensos, marcados por episódios marcantes fora de campo.

O elenco alviverde, por exemplo, mudou em relação ao primeiro dia de trabalho. O técnico Marcelo Oliveira ganhou dois reforços importantes (Jean e Rafael Marques), mas acabou perdendo uma das opções para o ataque após o clube negociar o argentino Mouche.

Durante o período, o Palmeiras ainda pôde experimentar um pouco do clima de Libertadores que encontrará a partir do próximo dia 16. O clube teve ainda boas notícias no âmbito financeiro, com o aumento do valor ligado a patrocínios do uniforme.

O Palmeiras fará sua estreia no Campeonato Paulista no próximo domingo, às 19h30, contra o Botafogo-SP, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. O clube inicia a luta para encerrar um jejum de sete anos sem títulos estaduais -- o último foi conquistado em 2008. 

Em Itu, 16 sessões de treinos

O elenco do Palmeiras realizou parte da pré-temporada em Itu, cidade do interior paulita. O time ficou oito dias no local e realizou 16 sessões de treinos, em dois períodos. A comissão técnica comandou trabalhos físicos, principalmente. Já o técnico Marcelo Oliveira mostrou preocupação com uma falha constante de 2015: a saída de bola. Para isso, o treinador focou em treinos em campo reduzido.

Retorno de Rafael Marques

O atacante alviverde se juntou ao grupo palmeirense no dia 14, já em Itu, mais de uma semana depois da reapresentação. O vice-artilheiro da temporada 2016 foi comprado pelo Palmeiras depois de ser emprestado por um ano pelo Henan Jianye, da China. A negociação durou mais de um mês. No acerto, Rafael Marques abriu mão de uma premiação que tinha a receber do time chinês.

Jean integra o grupo depois de longa negociação

O Palmeiras sonhava em contratar o volante desde o primeiro semestre do ano passado. Em novembro, o clube intensificou a conversa com o Fluminense. O acerto, porém, demorou mais de dois meses. Jean foi confirmado como reforço somente no último dia 13. Assim como Rafael Marques, o jogador se encontrou com o elenco em Itu.

Torneio internacional como prévia da Libertadores

O Palmeiras teve a chance de enfrentar um adversário da fase de grupos da Libertadores. O time mediu forças com o Nacional-URU na final do torneio amistoso disputado no Uruguai. O título simbólico foi decidido nos pênaltis, após um empate por 0 a 0 no tempo normal -- os rivais venceram por 4 a 3. Para chegar á decisão, o Palmeiras venceu o Libertad-PAR por 2 a 0. O time alviverde ainda fez um jogo-treino com o River Plate-URU, que pode integrar a chave da equipe na competição continental (os uruguaios jogarão a pré-Libertadores com a Universidad de Chile).

Mais dinheiro para os cofres do clube

O clube alviverde já contava com a camisa mais valiosa na última temporada. No total, o Palmeiras recebeu R$ 50 milhões de quatro patrocinadores: Crefisa (R$ 23 milhões), FAM (R$ 19 milhões), Prevent Senior (R$ 5 milhões) e TIM (R$ 3 milhões). Nesta sexta-feira, o clube anunciou o novo valor para 2016: R$ 66 milhões, pagos por Crefisa e FAM, empresas do mesmo dono. O uniforme terá patrocínio nos meiões e no calção.

Lesões atrapalham planejamento de Marcelo Oliveira

O Palmeiras ainda precisou conviver com as lesões durante a pré-temporada. Cleiton Xavier, Rodrigo e Edu Dracena tiveram problemas físicos no período. O caso mais grave é de Cleiton, que voltará em até 50 dias, após lesão muscular na panturrilha direita. Rodrigo, por sua vez, torceu o tornozelo direito e deve retornar em até três semanas. Já o zagueiro se machucou no começo desta semana. Ele deve perder os três primeiros jogos do Paulistão.

Erik e Moisés: os contratados com maior destaque

A diretoria do Palmeiras contratou oito jogadores, sete deles em dezembro (somente Jean foi anunciado em janeiro). A lista de reforços traz o goleiro Vagner, os zagueiros Edu Dracena e Roger Carvalho, o volante Rodrigo, os meias Moisés e Régis, além do meia-atacante Erik. Nas duas partidas disputadas no Uruguai, dois deles se destacaram e conquistaram uma vaga de titular no último duelo: Moisés, que marcou um dos gols da vitória sobre o Libertad-PAR, e Erik, que entrou no segundo tempo da primeira partida e mudou o jogo, com uma assistência para o gol de Allione.

Acerto de Pablo Mouche com o Lanús-ARG

O atacante argentino acertou com o time da Argentina por seis meses, por empréstimo. O clube ainda tem a opção de estender o vínculo por mais um ano está sendo avaliada. O contrato de Mouche com o Palmeiras termina em 2019. Em um ano e meio no Brasil, Mouche não conseguiu ser titular do time paulista. Ele disputou 26 partidas pelo clube paulista, com três gols marcados. Na última temporada, o argentino entrou em campo apenas seis vezes. Com a saída do atacante, o elenco palmeirense passou a ter 38 atletas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos