Copa do Brasil tem festa por substituição que não rolou e bolada em Jesus

Do UOL, em São Paulo

Os times ainda vivos na Copa do Brasil deram início às disputas de quartas de final da competição na última quarta-feira (28). E a rodada, claro, foi cheia de curiosidades - você já viu, por exemplo, uma torcida vibrar por uma substituição que não aconteceu? Teve isso no jogo do Corinthians.

Mais comum é o público na arquibancada ir à loucura quando o craque do rival leva uma bolada forte: foi o que rolou quando Gabriel Jesus foi carimbado com redonda.

Também teve golaço, polêmica com arbitragem, atacante saindo da seca de gols... Mas, principalmente, confrontos acirrados: nenhum clube conseguiu abrir vantagem larga. Anfitriões, Santos, Atlético-MG, Grêmio e Corinthians venceram Internacional, Juventude, Palmeiras e Cruzeiro, respectivamente. Veja abaixo o que de melhor ocorreu na rodada de abertura dos duelos mata-matas. 

A rodada da Copa do Brasil

Torcida corintiana comemora substituição que não aconteceu

Isso é raro de ver: a torcida do Corinthians vibrou como se fosse um gol pela desistência do técnico Fábio Carrile de colocar Willians em campo. Era escanteio para o alvinegro, com 2 a 0 a favor no placar, quando Carrile pensou em trocar Rodriguinho pelo volante. A arquibancada protestou. O comandante pediu ao jogador para esperar mais um pouco para entrar e, ao vê-lo voltando para o banco de reservas, a Fiel foi à loucura. O que aconteceu na sequência é ainda mais curioso: o time paulista não aproveitou o cruzamento na área e no ataque posterior o Cruzeiro diminuiu a diferença. Willians, mais tarde, foi a campo. Foi vaiado a cada toque na bola.

Para variar, reclamações dos rivais contra a arbitragem em Itaquera

Mais um adversário deixou a Arena Corinthians reclamando da arbitragem. Foi a vez dos cruzeirenses. Treinador da equipe, Mano Menezes protestou na saída de campo por causa do primeiro tento do alvinegro: para ele, Marquinhos Gabriel estava impedido e participou ativamente da jogada, ao bater para o meio da área e provocar gol contra de Léo. O meia do clube anfitrião parecia mesmo adiantado em relação à zaga, mas era um lance difícil.

Na Vila, vitória amarga para os santistas após esse gol de Seijas

A Vila Belmiro era só festa até a metade do segundo tempo, quando o Santos, comandado por Lucas Lima, vencia o Internacional por 2 a 0. Mas Seijas entrou em cena: o venezuelano, aproveitando cruzamento rasteiro de Vitinho, marcou de letra e diminuiu a vantagem dos anfitriões. No Beira-Rio, na volta, o time do litoral paulista joga pelo empate, mas uma vitória simples por 1 a 0 é o suficiente para o colorado avançar à semifinal.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos