Crítica de Ceni, encarada e mais. As polêmicas do árbitro Thiago Peixoto

Do UOL, em São Paulo

  • Agência Palmeiras

    Thiago Duarte Peixoto foi o personagem de Corinthians x Palmeiras no meio de semana

    Thiago Duarte Peixoto foi o personagem de Corinthians x Palmeiras no meio de semana

O árbitro Thiago Duarte Peixoto foi o principal personagem do clássico entre Corinthians e Palmeiras, na última quarta-feira, graças à expulsão equivocada de Gabriel após uma falta na intermediária (que foi cometida por Maycon). Mesmo debaixo de críticas severas, o juiz encarou câmeras e microfones ainda no Itaquerão, para pedir desculpas e clamar por uma segunda chance na carreira.

A expulsão do corintiano Gabriel acabou invalidada pelo TJD da Federação Paulista, no dia seguinte ao clássico estadual. Horas depois foi a vez de a carreira de Duarte Peixoto ser analisada pela entidade - o árbitro foi afastado e passará por reavaliações. Além da polêmica em Itaquera, o árbitro traz no currículo outros incidentes conhecidos por outras torcidas. 

Polêmicas em campo

Reprodução
Reprodução

Encarada de Walter

No começo do Brasileiro de 2015, Thiago Duarte Peixoto expulsou Walter na partida entre Atlético-PR e Atlético-MG, em Curitiba. O cartão vermelho saiu aos 45min do segundo tempo, depois de o atacante do time da casa ofender o quarto árbitro.

Depois de receber o vermelho, Walter perdeu a cabeça e peitou o árbitro de São Paulo. "O que você está fazendo? Que marra do c...., apita essa p...., você apitou onde?", disparou o então jogador do Atlético-PR.
Ricardo Nogueira/Folhapress
Ricardo Nogueira/Folhapress

Ceni: "Quer aparecer"

Em 2015, o São Paulo derrotou o Santos por 3 a 2, em confronto válido pelo Campeonato Brasileiro. Mas o então goleiro Rogério Ceni saiu na bronca com Thiago Duarte Peixoto. O ídolo são-paulino levou o cartão ao se aproximar do árbitro, depois de o juiz amarelar o goleiro Renan Ribeiro.

"Esse cara só quer aparecer. Não tem mais graça o futebol. Você não pode mais falar com o árbitro. Ainda mais esse sujeito que quer aparecer", afirmou Ceni na oportunidade. "Ele é bom árbitro. Só acho que há excesso. Tem coisa que você não precisa chamar para você", acrescentou.
Reprodução
Reprodução

Tentativa de bolada

Ainda em 2015, mas pela Copa do Brasil, Thiago Duarte Peixoto foi alvo de uma tentativa de bolada. O árbitro paulista encerrou a partida entre Grêmio e Coritiba aos 50min do segundo tempo, logo após um gol do time da casa. O apito veio bem na saída de bola dos paranaenses, em fato que irritou o atacante Rafhael Lucas.

Assim que ouviu o apito final, o atacante do Coritiba chutou a bola na direção de Thiago Duarte Peixoto, mas sem atingir o árbitro. O juiz então encarou Rafhael Lucas de forma acintosa.
Rubens Cavallari/Folhapress
Rubens Cavallari/Folhapress

Expulsão de corintiano errado

No entanto, a atuação mais controversa de Thiago Duarte Peixoto aconteceu na última quarta-feira, durante o clássico Corinthians x Palmeiras, pelo Campeonato Paulista. Tudo por expulsar o corintiano Gabriel em um lance que não envolvia diretamente o atleta.

Na jogada, a falta foi cometida por Maycon, mas Peixoto não atendeu a orientação do quarto árbitro sobre quem havia sido o autor da infração e manteve o vermelho ao jogador errado. Depois da partida, o juiz admitiu o equívoco.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos