Espanhol 2016/17

De desconfiança a títulos: veja como foi 1º ano do técnico Zidane no Real

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO/ GERARD JULIEN

    Há um ano, Zidane era apresentado como técnico do Real Madrid

    Há um ano, Zidane era apresentado como técnico do Real Madrid

Há exatamente um ano, Zinedine Zidane era efetivado como treinador do Real Madrid. Após a demissão do experiente Rafa Benítez, o ídolo do clube merengue assumia com a responsabilidade de devolver a confiança ao time e melhorar o ambiente internamente, muito questionado sob o comando do antecessor. Apesar de não ter experiência como profissional, o ex-jogador francês conseguiu superar a desconfiança e, em um curto período de tempo, acumulou não só vitórias e longas invencibilidades, mas também traduziu isto em três títulos, sendo um deles da Liga dos Campeões.

Antes de se tornar técnico da equipe principal, Zidane foi auxiliar de Carlo Ancelotti entre 2013 e 2014 e passou dois anos no Real Madrid Castilla, a segunda equipe do clube espanhol. Por ter esse caminho pelas categorias de base, as comparações com Pep Guardiola, que fez o mesmo caminho há nove anos no rival Barcelona, eram inevitáveis. E ele não deixou a desejar. Não só mostrou personalidade parecida no banco de reservas como também superou o rival em alguns aspectos.

Confira os maiores feitos de Zidane em seu 1º ano

Francisco Seco/AP Photo
Francisco Seco/AP Photo

Títulos

É bem verdade que Zidane não conquistou todos os títulos disputados, mas suas marcas não deixam a desejar. Em apenas um ano, ele foi responsável por conquistar a cobiçada Liga dos Campeões, a 11ª da história da equipe, além de levar uma Supercopa da Europa e o Mundial de Clubes, no Japão.
Pedro Nunes/Reuters
Pedro Nunes/Reuters

Melhor que Guardiola?

Se, por um lado, os títulos no primeiro ano de Guardiola foram mais expressivos (Copa do Rei, Campeonato Espanhol e Liga dos Campeões), Zidane teve um melhor aproveitamento de pontos se somado todos os jogados disputados no primeiro ano. Ele dirigiu o Real Madrid em 53 partidas, sendo 40 vitórias, 11 empates e 2 derrotas. Ou seja, conquistou 82,4% dos pontos que disputou. A marca é superior aos 74,7% alcançados por Guardiola em seus primeiros 12 meses como técnico do Barcelona, oito anos atrás. Na ocasião, o técnico conseguiu 42 vitórias, 13 empates e 7 derrotas.
Alberto Pizzoli/AFP Photo
Alberto Pizzoli/AFP Photo

Ambiente mais leve

Demitido em janeiro do ano passado, Rafa Benítez, apesar de toda sua experiência, foi muito criticado por não saber controlar o vestiário recheado de estrelas do Real Madrid. Ponto para Zidane. Assim que assumiu, o francês, na maioria das vezes, faz questão de cumprimentar e conversar com todos os jogadores. Se falta experiência como técnico, sobra carisma. Cristiano Ronaldo, um dos líderes da equipe, inclusive, deixou clara essa melhora durante este ano. "Houve uma mudança de humor no Real Madrid, um empurrão na direção certa?, afirmou o português. "Temos um entendimento melhor com Zidane, isso é futebol".
Alessandra Tarantino/AP Photo
Alessandra Tarantino/AP Photo

Invencibilidade e melhor começo da história

Invicto há 37 partidas, sendo 28 vitórias e nove empates, Zidane possui a maior invencibilidade do Real Madrid em 114 anos de história e está apenas a dois jogos de igualar o Barcelona da temporada passada, que, com 39, possui a maior marca do futebol espanhol de todos os tempos. Foi o melhor começo de um treinador na história do clube merengue.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos