De Todinho a Ameixa. Saiba os apelidos dos jogadores e suas origens

Do UOL, em Santos (SP)

O futebol brasileiro reúne alguns apelidos, no mínimo, curiosos: Todinho, Feijão, Sasha... Mas quais suas origens? Você sabe? O UOL Esporte preparou uma seleção deles entre jogadores da Série A e Série B e explicou. Confira:

Montagem/UOL
Montagem/UOL

Todinho (Vitória)

Atacante ganhou apelido ainda na infância. Sempre pedia toddynho ao chegar na casa da avó.
Alceu Atherino / AVAÍ F.C.
Alceu Atherino / AVAÍ F.C.

Capa (Avaí)

"É um apelido de infância que um vizinho colocou em mim. No final de semana, meu bisavô ia para a minha casa e tinha um cavalo, e ele tirava a cela de cima do cavalo e ficava só a capa. Eu costumava montar e sair pela rua, e começaram a me chamar de capa... Eu não gostava e acabou pegando", explica Edson, o Capa.
Montagem/UOL
Montagem/UOL

Yago Pikachu (Vasco)

Segundo o próprio lateral, que nem é muito fã de Pokémon, o apelido veio na época do futsal por ele ser baixo e rápido, assim como o personagem Pikachu.
EDSON RUIZ/ESTADÃO CONTEÚDO
EDSON RUIZ/ESTADÃO CONTEÚDO

Feijão (Bahia)

Antônio Felipe Gonzaga de Aquino, o Feijão, ganhou o apelido porque comia muito feijão na época em que fazia parte das categorias de base do Bahia.
Montagem/UOL
Montagem/UOL

Sasha (Internacional)

Apelido surgiu ainda no Goiás, após o nascimento da filha da apresentadora Xuxa Meneghel, por conta do cabelo loiro e comprido. O irmão era conhecido como Xuxa; quando Sasha nasceu, seu nome acabou ficando com o irmão menor, Eduardo.
Williams Aguiar/Sport Club do Recife
Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Leandro Banana (Sport)

Recebeu o 'Banana' por conta de um agente conhecido como Banana que o levou para fazer testes quando ainda menino. Inicialmente, virou o Bananinha, para mais tarde ganhar o apelido sem o diminutivo.
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Warian Ameixa (Corinthians)

Warian, o Ameixa, era assim conhecido no Remo - clube em que se profissionalizou - devido à sua cor de pele semelhante à da fruta. Na base do Corinthians, em que chegou no fim de 2015, ele adotou Warian como nome principal, mas até hoje é chamado por colegas pelo antigo apelido.
Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Mateus Pet (Vasco)

Mateus Vital era até outro dia chamado de Mateus Pet por conta da semelhança de seu futebol com o do sérvio Petkovic, ex-Flamengo.
Vitor Silva/SS Press/Botafogo
Vitor Silva/SS Press/Botafogo

Vinícius Tanque (Botafogo)

Recebeu o apelido ainda nas categorias de base do Botafogo por conta de seu porte físico.
Marinho Saldanha/UOL
Marinho Saldanha/UOL

Yuri Mamute (Grêmio)

"Eu nasci muito gordo, com 5.3 kg, aí meu tio apelidou e ficou Mamute mesmo", explicou o jogador quando ainda defendia o Botafogo.
Montagem/UOL
Montagem/UOL

Robinho (sub-20 do Vasco)

Chama-se Lucas, mas ganhou o apelido por conta da semelhança física com o atacante do Atlético-MG.
© Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
© Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Nonoca (Cruzeiro)

Lucas de Souza Ventura é mais conhecido como Nonoca. O apelido foi herdado do falecido pai e perdura até hoje.
Rodolfo Buhrer/Reuters
Rodolfo Buhrer/Reuters

Nikão (Atlético-PR)

Esse apelido até o Nikão ficou devendo. Ele conta que alguém da família o 'nomeou' desta forma em sua infância, mas não sabe por qual motivo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos