Fim de contrato! 34 jogadores que podem vir de graça para sua equipe

Do UOL, em Santos (SP)

Nada como adquirir algo sem precisar gastar um centavo sequer, não é verdade? Esse pensamento certamente passa pela cabeça dos dirigentes que já trabalham para montar a sua equipe para o ano de 2018. Pensando nisso, o UOL Esporte preparou uma lista de jogadores que estão sem contrato (ou terão vínculo encerrado até o fim deste ano) e, desta forma, podem reforçar o seu time de graça. Confira:

34 jogadores que podem ir de graça para o seu time

Bruno Cantini/Atlético-MG
Bruno Cantini/Atlético-MG

Robinho (Atlético-MG)

Teve uma temporada irregular e não conseguiu repetir o bom ano de 2017. No momento, ainda discute sua renovação com o Atlético.
FRANKIE MARCONE/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
FRANKIE MARCONE/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Dênis (São Paulo)

Jogou pouco em 2017 e "encerrou ciclo" no São Paulo após nove anos.
Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Ricardo Oliveira (Santos)

Santos tenta renovar. O clube oferece um ano de contrato e mais um ano automaticamente, caso ele jogue 70% das partidas em 2018. Ricardo Oliveira pretende dois anos de renovação. O caso só deve ser resolvido após eleições.
MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Wesley (Sport)

Teve atuações bastante contestadas com a camisa do Sport e dificilmente terá o contrato com o clube pernambucano renovado.
Daniel Vorley/AGIF
Daniel Vorley/AGIF

Emerson Sheik (Ponte Preta)

O experiente atacante de 39 anos encabeça a lista de 16 jogadores dispensados pela Ponte Preta após o rebaixamento para a Série B.
Marcello Zambrana/AGIF
Marcello Zambrana/AGIF

Osvaldo (Sport)

Atacante terminou a temporada como reserva e tem reunião agendada com o Sport. Situação segue indefinida.
Marcello Zambrana/AGIF
Marcello Zambrana/AGIF

Lucas Barrios (Grêmio)

É o artilheiro do Grêmio no ano, mas o salário alto e o histórico de lesões podem fazer a renovação não acontecer.
John Raoux/AP
John Raoux/AP

Éder Luis (Vasco)

Tem contrato que se encerra esse mês e dificilmente continuará no Vasco para 2018. Deve ficar livre para acertar com outro clube.
Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Rafael Marques (Vasco)

Mesma situação de Éder Luis. Dificilmente renovará com o Vasco e, desta forma, estará livre para acertar com outro clube.
Staff Images/Flamengo/Divulgação
Staff Images/Flamengo/Divulgação

Conca (Flamengo)

Tem contrato com os chineses, mas pode ser liberado para algum time brasileiro caso haja algum acordo em relação ao seu alto salário.
Cleber Yamaguchi/AGIF
Cleber Yamaguchi/AGIF

Lucho González (Atlético-PR)

O meio-campista argentino negocia renovação com o Atlético-PR, mas sem Libertadores pode acabar deixando o clube paranaense e não estendendo o vínculo.
Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Manga Escobar (Vasco)

Apesar dos boatos de que Manga Escobar não segue na Colina para 2018, empresário afirma que situação do jogador colombiano ainda não foi definida.
ROMILDO DE JESUS/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
ROMILDO DE JESUS/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Kanu (Vitória)

Zagueiro disse ainda não ter sido procurado pela diretoria do Vitória para renovar. Tem contrato até 15 de dezembro.
EC Vitória/Divulgação
EC Vitória/Divulgação

André Lima (Vitória)

Atacante de 32 anos já se despediu do Vitória nas redes sociais e busca um novo clube para a próxima temporada.
FABIANO MESQUITA/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
FABIANO MESQUITA/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Durval (Sport)

Aos 37 anos, zagueiro voltou a descartar a aposentadoria e tem contrato com o Sport até dezembro deste ano. Ainda não acertou a renovação.
Jales Valquer/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Jales Valquer/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Gilberto (São Paulo)

Contrato encerrado. Não quis ficar para ser reserva. Tem sido muito disputado.
Divulgação/Santos
Divulgação/Santos

Lucas Crispim (Santos)

Após diversos empréstimos (Vasco, Joinville, Avaí...), seu contrato termina agora e será dispensado. Não vingou como Menino da Vila.
Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Thiago Ribeiro (Santos)

Sem clubes interessados por conta do alto salário de R$ 300 mil, permaneceu no Santos nesta temporada, mas não vingou novamente. O seu contrato acabou e enfim deixará de vez o clube.
PontePress/FábioLeoni
PontePress/FábioLeoni

Renato Cajá (Ponte Preta)

Ídolo da Ponte Preta amargou a reserva na temporada e não teve o contrato renovado após o rebaixamento. Está livre no mercado.
Ricardo Duarte/Internacional
Ricardo Duarte/Internacional

Carlinhos (Internacional)

O lateral de 30 anos conviveu boa parte da temporada com idas e vindas do departamento médico. Perdeu até espaço entre os suplentes e não teve vínculo renovado.
Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Bruno Rodrigo (Grêmio)

Zagueiro foi buscado quando de uma lesão com Geromel para compor o grupo. Nunca jogou entre os titulares e é o segundo reserva.
REUTERS/Agustin Marcarian
REUTERS/Agustin Marcarian

Fernandinho (Grêmio)

Já abriu negociação, mas ainda não fechou renovação. A permanência dele passa muito pela renovação de Renato Gaúcho.
Divulgação/Fluminense Football Club
Divulgação/Fluminense Football Club

Renato (Fluminense)

Reserva de Lucas em toda a temporada, o jogador participou de alguns jogos, mas nunca teve status de imprescindível. Deve ir para o Goiás.
NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.
NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.

Pierre (Fluminense)

Começou a temporada com status de titular, mas uma cirurgia no tornozelo o afastou de campo por meses. Não jogou desde que foi liberado pelos médicos.
Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Gilson (Botafogo)

Inicialmente ficaria porque o Botafogo não terá Victor Luis. Lateral, no entanto, não agradou e não deverá ficar para 2018.
REUTERS/Ueslei Marcelino
REUTERS/Ueslei Marcelino

Airton (Botafogo)

Salário alto e muitas lesões. Dificilmente fica. Conversa entre as partes pode mudar rumo.
Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Dudu Cearense (Botafogo)

Salário alto e pouca produtividade. Não ficará.
Vitor Silva / SSPress
Vitor Silva / SSPress

Renan Fonseca (Botafogo)

Um dos principais perseguidos pela torcida. Não jogou esse ano e recusou propostas de times da Série B ao longo da temporada. Certamente não ficará
Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Luis Ricardo (Botafogo)

Chegou a acordo por dois anos, mas Botafogo voltou atrás. Se quiser renovar, terá que ser por uma temporada e salário mais baixo.
Divulgação
Divulgação

Jonas (Botafogo)

Titular no início do ano, sofreu lesão no joelho e ficou seis meses parado. Quando voltou, Botafogo tinha contratado Arnaldo. Também não deverá ficar.
Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Emerson Silva (Botafogo)

Experiente, perdeu espaço para os mais jovens e não foi utilizado no segundo semestre. Não deverá renovar.
Mauricia da Matta/Vitória EC
Mauricia da Matta/Vitória EC

Armero (Bahia)

O lateral colombiano jogou apenas cinco partidas na Série A e está recém-recuperado de uma lesão na coxa. Não deve renovar com o clube baiano.
Ivan Alvarado/Reuters
Ivan Alvarado/Reuters

Eduardo da Silva (Atlético-PR)

O experiente brasileiro naturalizado croata viveu entre lesões em 2017 e não deve renovar com o Atlético-PR.
Marcello Zambrana/AGIF
Marcello Zambrana/AGIF

Rafael Moura (Atlético-MG)

Teve um desempenho ainda pior que o de Robinho. Não conseguiu substituir Fred quando foi preciso e tem seu futuro ameaçado no time mineiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos