"Farpa" de Talisca e Neymar melhor que Messi: o que falaram dos brasileiros

Do UOL, em São Paulo

Não faltaram brasileiros se destacando no primeiro dia da fase de grupos da Liga dos Campeões. Do show de Neymar no massacre do Barcelona contra o Celtic ao gol decisivo de Talisca no último minuto contra o Benfica, os jogadores do país estiveram entre os mais importantes da rodada.

Veja a seguir o que a imprensa europeia falou sobre os brasileiros após as partidas.

AP Photo/Armando Franca
AP Photo/Armando Franca

Talisca: golaço e desabafo

Emprestado pelo Benfica ao Besiktas, o meia decretou o empate por 1 a 1 contra o clube que é dono de seus direitos com uma cobrança perfeita de falta nos acréscimos. O jornal A Bola lamentou o "autêntico golpe de teatro na Luz". O desabafo do jogador, que acusou o clube português de não ter pago seu salário antes de emprestá-lo, também repercutiu: "Depois de ter roubado a vitória ao Benfica dentro do relvado, Anderson Talisca largou autêntica farpa após o jogo", disse a publicação.
Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Neymar: um show maior que o de Messi

A atuação magnífica de Neymar contra o Celtic - um gol e quatro assistências - fez com que os jornais espanhóis exaltassem mais o brasileiro do que Messi, que fez três gols. O AS disse que Neymar foi "estelar, clarividente e o melhor do Barça"; para o Sport, o camisa 11 fez "uma exibição de luxo"; e o Mundo Deportivo disse que Neymar "ofuscou Messi com todo tipo de assistências providenciais e um gol de falta sensacional".
Julian Finney/Getty Images
Julian Finney/Getty Images

Ausência de Lucas é criticada no PSG

No PSG, que empatou por 1 a 1 com o Arsenal em casa, a atuação do trio de brasileiros foi na média. O 10Sport disse que Thiago Silva "deu calma à defesa", Marquinhos "mostrou sua velocidade e potência" e Maxwell "fez o suficiente para defender". O atleta do país que mais deu o que falar foi um que nem entrou em campo: Lucas Moura. O Le Parisien criticou o téncico Unai Emery por deixá-lo no banco, dizendo que a ausência dele contribuiu para a dificuldade do time de "criar e surpreender".
Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images
Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images

Douglas Costa: aproveitou bem a chance

Após ter sido reserva no fim de semana contra o Schalke 04, Douglas Costa deixou Ribéry no banco na goleada por 5 a 0 do Bayern de Munique sobre o novato Rostov. E aproveitou, segundo a imprensa alemã. Os jornais Bild e Merkur destacaram os passes precisos do brasileiro pela ponta esquerda, especialmente a assistência para um dos gols de Kimmich.
Dean Mouhtaropoulos/Getty Images
Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

Filipe Luís: nova função, boa atuação

A imprensa espanhola tem destacado uma nova função de Filipe Luís no Atlético de Madri: apoiando cada vez mais por dentro, como um meio-campista, e menos aberto como lateral. E o brasileiro foi bem novamente na vitória por 1 a 0 sobre o PSV. "Ele acrescenta várias coisas ao time, ainda que não se tenha podido ver muitas delas no primeiro tempo. No segundo, apareceu bem na área, representando esse novo papel como homem de apoio", disse o AS.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos