Xodó da torcida se oferece e divide opiniões no Grêmio. Veja prós e contras

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

Alán Ruiz não para de se oferecer ao Grêmio. Xodó da torcida pelos dois gols marcados contra o Internacional em 2014, além da provocação feita a D'Alessandro, o nome divide opiniões. Mesmo sem descartar publicamente o jogador, o comando gremista não parece quer o jogador, mas há internamente quem defenda a contratação.

"Não é um jogador que esteja negociando com o Grêmio", disse o presidente Romildo Bolzan Júnior no último final de semana. Foi quando Ruiz postou uma foto no Instagram cuja legenda era "viajando para Porto Alegre". 
 
Tratava-se de um assunto particular, mas foi o suficiente para os aficionados começarem a pressionar pelo regresso do argentino. Só que o comando do clube se divide quanto ao tema. Confira motivos para investir ou não em Alán Ruiz apontados pela reportagem do UOL Esporte. 

Motivos para não querer Alán Ruiz

Vinicius Costa/ Getty Images
Vinicius Costa/ Getty Images

1

Dólar

Contratos firmados com argentinos normalmente são em dólar. Com a oscilação da moeda norte-americana, um vínculo nestes moldes poderia custar caro ao planejamento da temporada. Enquanto tenta conter gastos e reorganizar as finanças, investir desta forma para ter um jogador que não seria titular absoluto (Douglas é o armador considerado titular) poderia acabar desfazendo um processo de melhora nas condições financeiras do clube.
Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio FBPA
Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio FBPA

2

Falta de parceria

Alán Ruiz tinha um 'padrinho' no Grêmio: Barcos. Era o Pirata que ajudava o companheiro na maioria dos momentos. Quando tinha dificuldades com português, quando precisava resolver alguma coisa fora de campo, Barcos acompanhava Ruiz onde fosse. E não há mais tal figura no elenco. Um gringo mais experiente que possa 'controlar' o ímpeto de Alán seria fundamental para um rendimento adequado. Até porque ele costuma passar dos limites.
Reprodução
Reprodução

3

Comportamento

Ruiz não é o melhor perfil de jogador fora de campo. Além de utilizar em demasia as redes sociais, nem sempre de uma maneira positiva, o argentino provoca também colegas de time em treinamentos. Não foi só com Fred, do Fluminense, Guerrero, então no Corinthians, e D'Alessandro, do Internacional, que o meia-atacante teve problemas. Trocou empurrões em uma atividade com Lucas Coelho. Um perfil, hoje, fora do padrão do grupo.

Motivos para investir em Ruiz

Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio
Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

1

Torcida

A torcida do Grêmio apoiaria totalmente a chegada de Alán Ruiz. Independente dos números questionáveis em sua passagem por Porto Alegre, a contratação seria por si só uma motivação extra para os desconfiados aficionados. Pelos gols contra o Inter, pela provocação a D'Alessandro, pelas tantas vezes que já se ofereceu, os gremistas abraçariam Ruiz, e o time por consequência.

2

De graça...

Com a insistência de Ruiz, o San Lorenzo pode liberá-lo de graça. O clube argentino já mostrou que não vai utilizar o jogador no elenco na próxima temporada e fará uma nova saída por empréstimo. O Grêmio não fez proposta, mas poderia aceitar o atleta se fosse sem custo algum. É algo viável pela falta de vontade do time do Papa Francisco em usar o atleta.
Lucas Uebel/Divulgação Grêmio
Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

3

Mudança de posição

Quando jogou no Grêmio, Alán Ruiz considerava-se um camisa 10 tradicional, o chamado 'enganche' para os argentinos. Mas mudou. No Colón, foi usado como centroavante, em posição idêntica a de Luan, no Grêmio. Um 'falso 9' que recuava e trabalhava a bola. Mesmo com apenas um gol marcado, sua passagem foi considerada boa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos