Hernane Brocador tentou cavadinha e fez feio. Relembre outros micos

Do UOL, em Santos (SP)

 

O gol não fez falta, mas o pênalti perdido por Hernane (vídeo acima) foi o lance que mais chamou atenção na vitória por 3 a 0 do Bahia sobre o Galícia, no último sábado (18), pelo Campeonato Baiano. Aos 18 minutos de jogo, o Brocador partiu para a cobrança e deu uma cavadinha bizarra para fácil defesa do goleiro.

O centroavante tricolor, porém, não foi o primeiro (e nem será o último) a errar uma penalidade desta forma. O UOL Esporte separou algumas cobranças que resultaram em micos para os batedores. Relembre:

Alexandre Pato (Corinthians)

Alexandre Pato arriscou a cavadinha diante de Dida na Copa do Brasil de 2013, mas errou de forma bizonha e acabou eliminando o Corinthians do torneio. O Grêmio seguiu em frente.

Neymar (Santos)

Neymar ainda tinha 18 anos quando arriscou uma cavadinha no jogo de ida da final da Copa do Brasil 2010, contra o Vitória. O Santos vencia por 1 a 0 e poderia ter ampliado, mas a bola parou nas mãos de Lee, goleiro rubro-negro.

Elano (Santos)

Após perder pênalti com a seleção brasileira, Elano foi escalado para a cobrança na partida entre Santos e Flamengo, em jogo histórico do Campeonato Brasileiro 2011. O meia arriscou uma 'cavadinha', mas Felipe fez a defesa e ainda provocou o adversário fazendo embaixadinhas. O erro custou caro, já que o Flamengo venceu a partida por 5 a 4, em plena Vila Belmiro, com direito a show de Ronaldinho Gaúcho e um golaço de Neymar - que venceu o Prêmio Puskas.

Loco Abreu (Botafogo)

Loco Abreu bateu pênalti com sua habitual cavadinha no meio do gol, mas o goleiro do Fluminense Diego Cavalieri defendeu facilmente em duelo válido pelo Campeonato Carioca de 2011. Curiosamente, o Botafogo teve outro pênalti a seu favor na mesma partida, e Loco, fazendo jus ao apelido, arriscou novamente a cavadinha. Desta vez, deu certo. O jogo acabou 3 a 2 para o time alvinegro.

Rogério Ceni (São Paulo)

Em jogo válido pela Copa do Brasil de 2011, o goleiro do São Paulo tentou a cavadinha e Tiago Cardoso, do Santa Cruz, fez a defesa. Ainda assim, o São Paulo venceu o jogo por 2 a 0 e passou à próxima fase.

Montillo (Cruzeiro)

Atuando pelo Cruzeiro em 2010, Montillo tentou uma cavadinha ao cobrar um pênalti diante do Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro, e acabou mandando por cima do gol.

Maicosuel (Udinese)

Contratado do Botafogo pela Udinese, Maicosuel se tornou o principal responsável pela eliminação da Udinese ainda nas eliminatórias da Liga dos Campeões 2012/13. Após duas igualdades por 1 a 1, a decisão foi para os pênaltis, e o jogador brasileiro foi o único dos dois times a errar. Resultado: Braga-POR avançou à fase de grupos do torneio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos