Topo

São Paulo

Quem é que sobe? Jogadores da Copinha que devem pintar no time principal

Fabio Menotti/Palmeiras
Gabriel Furtado foi um dos destaques do Palmeiras na Copinha Imagem: Fabio Menotti/Palmeiras

Do UOL, em Santos (SP)

27/01/2018 04h00

O sonho de todo jogador que disputou a Copa São Paulo de Juniores é, o quanto antes, passar a fazer parte do time principal de seu clube. Alguns já até estrearam na 'equipe de cima', enquanto outros têm grandes chances de serem aproveitados por conta do desempenho na Copinha. Sendo assim, o UOL Esporte preparou uma lista dos jogadores da Copa São Paulo que devem (ou podem) começar a pintar no time principal. Confira:

DA COPINHA PARA O TIME PRINCIPAL

  • Divulgação/Atlético-MG

    ATLÉTICO-MG

    Alerrandro, atacante
    Atacante de apenas 18 anos, balançou as redes cinco vezes na Copinha e tem faro de gol. Fez a sua estreia entre os profissionais no jogo da última quinta-feira (25), contra o Villa Nova, pelo Campeonato Mineiro. Atuou por 15 minutos.

    Bruno Roberto, meia
    Camisa 10, também fez a sua estreia diante do Villa Nova e atuou por 15 minutos. Bruno Roberto é filho do lateral Bruno, que também jogou no Galo na década de 1990 e início dos anos 2000.

  • Cahuê Miranda/Site Oficial do Atlético-PR

    ATLÉTICO-PR

    O Atlético-PR deve aproveitar alguns jogadores do time da Copinha no elenco de Aspirantes que disputa o Paranaense, mas não há uma pressa em subir jogadores de categoria por que o time que jogou a Copa São Paulo tem uma média de idade abaixo de 19 anos. O clube já utiliza jogadores com 20 anos ou mais entre os profissionais em campeonatos regulares. Quem se destacou na Copinha, como os meias Vitor Naum e Julian (ambos de 18 anos), podem passar a integrar essa equipe mesmo depois do Estadual, pois o clube pretende inscrever o time de Aspirantes na Copa FPF, no Brasileiro de Aspirantes e em torneios internacionais.

  • Vitor Silva/SSPress/Botafogo

    BOTAFOGO

    Wenderson, volante
    É uma das joias do Botafogo e até mesmo ja fez sua estreia nos profissionais, em 2017, sob comando de Jair Ventura. Ainda considerado 'verde' voltou ao sub-20 e teve grande desta na Copinha.

    Rickson, meia
    Camisa 10 da equipe, o jogador mostrou características que agradaram. Dinâmico e com chute forte de meia distância, Rickson foi aprovado pela comissão técnica e fará parte do elenco profissional.

    Jonathan, lateral esquerdo
    Um dos destaques do time na Copinha, Jonathan é da posição mais carente no elenco profissional: a lateral esquerda. Veloz e com bom poder de marcação poderá fazer uma sombra a Gilson, único jogador do setor.

  • Rodrigo Coca/Agência Corinthians

    CORINTHIANS

    A princípio, não aproveitará ninguém que disputou a Copinha, uma vez que o elenco profissional está bem cheio. Fabrício Oya e Vitinho, destaques do time, devem ser os próximos a ganharem uma chance no time principal, mas ainda devem esperar mais um pouco.

  • Dibyangshu Sarkar/AFP

    CRUZEIRO

    Goleiro da seleção brasileira Sub-17, Gabriel Brazão aparece entre os prováveis utilizados pelo Cruzeiro no elenco profissional. O jogador será relacionado para algumas partidas na temporada.

  • Daniel Vorley/AGIF

    FLAMENGO

    Vitor Gabriel, artilheiro do campeão Flamengo na Copa São Paulo, e o zagueiro Matheus Thuler são os dois que tem mais chance de ser aproveitado, mas por enquanto ainda não se sabe se o técnico Paulo César Carpegiani promoverá os atletas de imediato ou não. Lembrando que Vinicius Junior e Lincoln, dois jogadores que tem se destacado no início da temporada, teriam idade para disputar a Copinha, mas desde 2017 fazem parte do elenco profissional.

  • Mailson Santana/Fluminense

    FLUMINENSE

    Volante de muita força física, Caio também sabe atuar como zagueiro. Jogador de 19 anos se destaca na marcação, mas também na chegada rápida ao ataque. O jogador chegou ao Fluminense em 2017 após se destacar pelo Londrina.

  • Reprodução/Instagram

    GRÊMIO

    Grêmio não planeja promover ninguém. Já há grupo de jovens jogando o Gauchão, o chamado "time de transição", em virtude das férias do elenco principal. O volante Bobsin e o meia-atacante Tetê são os jogadores que mais se destacam.

  • Reprodução/Instagram

    INTERNACIONAL

    Nenhum garoto que disputou a Copinha subirá imediatamente. Eles podem até ser utilizados nos treinamentos de Odair Hellmann, mas antes disso passarão pelo sub-23, espécie de equipe intermediária entre a Copinha e o time principal. O goleiro Carlos Miguel, o lateral direito Leandro Córdova, o zagueiro Bruno Fuchs, o meia Richard e os atacantes Netto e Brener, destaques da Copinha, já têm presença garantida no sub-23.

  • Agência Palmeiras

    PALMEIRAS

    Com um elenco mais do que recheado, o técnico Roger dificilmente aproveitará algum dos jogadores da Copinha e prefere não adiantar nomes caso isso venha a acontecer. Porém, o meia Gabriel Furtado e o atacante Fernando, ambos de 18 anos e que já tiveram chance no time principal em 2017, são os jogadores que mais têm chances de serem utilizados.

  • Divulgação/SantosFC

    SANTOS

    Guilherme Nunes, volante
    O volante de 19 anos se destaca pelo bom passe. Ele ainda recompõe bem, faz desarmes, demonstra bastante agilidade e de vez em quando faz os seus golzinhos.

    Gabriel Calabres, meia
    O meia de 19 anos possui bom passe e destaca, principalmente, pelo controle de bola. Habilidoso, ele também gosta de entrar na área e fazer gols. Calabres já foi aproveitado no time B do Santos e já foi cotado para o elenco principal.

  • Rubens Chiri/Divulgação

    SÃO PAULO

    Ainda não sabe se aproveitará algum jogador da Copinha por conta da Libertadores sub-20. Porém, o zagueiro Walce, o volante Liziero e o meia Igor Gomes são os favoritos a aparecerem no time de cima daqui para frente.

  • Carlos Gregório Jr/Vasco

    VASCO

    Miranda, zagueiro
    Foi pinçado ao profissional em função da escassez de zagueiros do elenco. Não é tão alto, mas tem boa técnica.

    Rafael França, lateral direito
    Chamou a atenção do técnico Zé Ricardo na Copinha e já fez até sua estreia no profissional, entrando no segundo tempo da derrota para a Cabofriense.

    Marrony, meia
    Meia habilidoso. Era reserva até o início do ano passado, mas evoluiu e se destacou. Também fez sua estreia no profissional entrando no segundo tempo diante da Cabofriense.

    Lucas Santos, atacante
    Vulgo 'Robinho', tem virado xodó da torcida. Baixinho, possui um estilo "endiabrado" e parte para cima dos adversários. Foi o principal destaque da Copinha. Outro que atuou diante da Cabofriense na etapa final.

    Hugo Borges, atacante
    Considerado um artilheiro das divisões de base do Vasco. Já era para ter tido oportunidades no profissional antes, mas as lesões o impediram de que isso acontecesse.

Mais São Paulo