R$ 70 mi e troca de farpas: histórias dos três anos de Pato no Corinthians

Do UOL, em São Paulo

  • Leandro Moraes/UOL

    Alexandre Pato foi anunciado como jogador do Corinthians em 3 de janeiro de 2013

    Alexandre Pato foi anunciado como jogador do Corinthians em 3 de janeiro de 2013

O dia 3 de janeiro é emblemático para Alexandre Pato. Há exatos três anos, ele foi anunciado como uma contratação bombástica do Corinthians. De lá para cá, Pato custou mais de R$ 60 milhões aos cofres alvinegros, podendo chegar a R$ 70 mi até o fim do ano, e viveu as mais diversas situações: teve bons e maus momentos, brigou com Rogério Ceni, perdeu gols importantes e foi envolvido em uma troca com Jadson. Até agora, ele ainda não sabe o seu futuro em 2016, mas por enquanto vai voltar a vestir a camisa do Corinthians. 

Em ordem cronológica, veja as histórias envolvendo o jogador desde que ele chegou ao time alvinegro há três anos:

Daniel Kfouri/Corinthians
Daniel Kfouri/Corinthians

Contratação badalada

Alexandre Pato foi tratado como galático quando chegou em janeiro de 2013. O atleta foi a contratação mais cara da história do Corinthians e impressionou a torcida. O clube ainda aproveitou para acionar a sua campanha de marketing, de locospirose, dizendo que o atacante foi mais um infectado no bando.
Leandro Moraes/UOL
Leandro Moraes/UOL

Gol na estreia e título paulista

Alexandre Pato começou bem sua trajetória em campo pelo Corinthians. Logo em sua estreia, saiu do banco de reservas no segundo tempo e marcou o último gol na vitória por 5 a 0 sobre o Oeste de Itápolis, pelo Campeonato Paulista. O atacante fez bons jogos no decorrer da competição e foi campeão paulista.
Leandro Moraes/UOL
Leandro Moraes/UOL

Rixa com Rogério Ceni

Pato protagonizou sua primeira polêmica no Corinthians ao criar uma rixa com Rogério Ceni. Tudo começou no clássico entre São Paulo e Corinthians, pelo Paulistão de 2013. Durante o jogo, o goleiro tentou chutar a bola após recuo e acabou atingindo Pato. No lance, Ceni lesionou o pé direito e ainda fez o pênalti que Pato converteu. Na semifinal do campeonato, um novo episódio marcou a relação entre os dois. Na disputa decisiva de pênalti, Pato cobrou e Rogério se adiantou para defender, mas o árbitro mandou voltar. Na segunda tentativa, Pato marcou, classificou o Corinthians para a final e ainda provocou o rival na comemoração. "Ele (Rogério) achou que ia pegar, mas não pegou não. Pegou a bola no fundo do gol para mim", disse ao Sportv.
Rodrigo Capote/UOL
Rodrigo Capote/UOL

Destaque contra o Flamengo

Apesar de hoje ser questionado por seu desempenho técnico, Pato também teve bons momentos no Corinthians. Um jogo que ficou marcado foi a goleada por 4 a 0 sobre o Flamengo, no Brasileiro de 2013. Pato brilhou e marcou dois gols, logo no dia de aniversário dos 103 anos do clube.
Mowa Press
Mowa Press

Convocação para seleção

Diante das boas atuações, Alexandre Pato chegou a ser convocado para a seleção brasileira por Felipão em 2013. Seu último jogo foi na vitória por 2 a 0 sobre a Zâmbia em outubro, mas teve um desempenho ruim e nunca mais foi chamado.
Vinícius Costa/ Agência Preview
Vinícius Costa/ Agência Preview

Cavadinha errada contra o Grêmio

Depois que voltou da seleção brasileira, Pato não conseguiu ter mais um bom rendimento e destruiu sua reputação em campo ao perder um pênalti que culminou na eliminação do Corinthians para o Grêmio nas quartas de final da Copa do Brasil de 2013. Na cobrança decisiva, ele tentou uma cavadinha que foi facilmente defendida por Dida. O atacante foi considerado displicente e piorou a situação ao dar uma entrevista no fim do jogo: "Eu treinei assim e bati assim".
Reprodução
Reprodução

Boa fase no São Paulo

Pato não teve destaque em seu primeiro ano pelo São Paulo, mas se recuperou no segundo. O jogador mudou de posição e se encaixou muito bem no esquema de jogo armado pelo técnico Juan Carlos Osorio. Ele conseguiu sua melhor temporada desde que deixou o Milan e marcou 26 gols. Também demonstrou uma postura diferente e se impôs ao defender publicamente a permanência do treinador.
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Clima ruim com Corinthians

Depois que foi para o São Paulo, Alexandre Pato passou a ter um clima ruim com o Corinthians. Em junho do ano passado, ele entrou na Justiça contra o clube por conta de atrasos no pagamento dos seus direitos de imagem, que eram pagos pelo clube, e pediu a rescisão do contrato. O jogador foi criticado pelo presidente Roberto de Andrade que admitia que queria sua venda. O atleta trocou farpas com a diretoria do Corinthians. O superintendente de futebol do Corinthians, Andrés Sanchez, fez uma provocação ao declarar ao jornal Diário de S. Paulo que planejava emprestá-lo ao Bragantino ao final do empréstimo ao São Paulo.
Getty Images
Getty Images

Gasto milionário

O Corinthians sempre admitiu que sua intenção é negociar Pato definitivamente. Além de não ter dado o retorno esportivo esperado, o atacante gerou um custo milionário ao Corinthians que ultrapassa os R$ 60 milhões. As despesas incluem o investimento inicial de R$40,5 para comprar seus direitos e gastos com salários e direitos trabalhistas como férias e 13º salário. Desde que chegou ao Corinthians, Pato recebe R$ 800 mil por mês, sendo que metade está assinado em carteira. Lembrando que nos dois anos em que ele atuou pelo São Paulo, o Tricolor do Morumbi foi responsável pela metade do valor que estava registrada. O Corinthians já teve um gasto em torno de R$ 60,6 mi e terá ainda mais R$ 10 mi neste ano, se o atacante não for negociado, totalizando uma despesa de mais de R$ 70 milhões.
Reprodução
Reprodução

E agora?

A diretoria do Corinthians não nega a intenção de negociar o jogador. Além do gasto milionário e do pequeno retorno esportivo, Pato só tem contrato até o fim de 2016. Em julho ele já poderá assinar um pré-contrato com outro clube e deixar o Corinthians em dezembro de graça. Apesar do desejo do clube, até agora nenhuma proposta oficial chegou e ele só teve sondagens. No dia 1º, o atacante reapareceu novamente como jogador corintiano no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Por enquanto, Pato se apresenta normalmente no dia 6 de janeiro e se junta aos companheiros para viajar com a delegação para a Florida Cup, nos Estados Unidos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos