Repatriação é possível? 10 brasileiros pouco usados em grandes da Europa

Do UOL, em São Paulo

Você aceitaria bem ver seu time contratando um jogador que amargou a reserva na equipe anterior? Nem sempre essa situação é negativa. O Palmeiras, por exemplo, fez isso com Felipe Melo, que não estava sendo usado na Inter de Milão. O UOL Esporte listou mais dez jogadores que, como o volante, estão no banco em grandes europeus. Quem você gostaria de ver com a camisa de seu time?

Rex Shutterstock/Zumapress
Rex Shutterstock/Zumapress

Ganso (Sevilla)

OK, é um negócio improvável. Mas... O ex-camisa 10 de Santos e São Paulo foi uma das principais contratações do Sevilla na temporada passada e chegou à Espanha com muita pompa, mas não tem agradado. Foi titular apenas cinco vezes e está sendo criticado pela imprensa local, que critica a pouca participação nas ações da equipe sempre que está em campo. A insatisfação com ele é tão grande que, meses após sua contratação, seu nome já é ventilado em rumores para voltar ao Brasil, como na especulação de que o Sevilla poderia ceder o meia em troca do atacante Lucas Pratto, do Atlético-MG.
Elisabetta/Baracchi/ANSA/AP
Elisabetta/Baracchi/ANSA/AP

Gabigol (Inter)

Mais um jogador que chegou na janela do meio de 2016 e sofre para se firmar. O caso de Gabigol, porém, é ainda mais complicado. Até este final de semana, foram apenas 21 minutos em jogos oficiais da Inter de Milão desde que chegou à Itália. Sua situação não mudou nem mesmo quando sua equipe trocou de técnico, saindo o holandês Frank de Boer, entrando o italiano Stefano Pioli. Sendo tão pouco usado, o jogador foi rapidamente envolvido em boatos sobre um retorno ao Brasil. A chance, porém, é pequena.
Massimo Pinca/AP Photo
Massimo Pinca/AP Photo

Hernanes (Juventus)

O ex-volante do São Paulo não está, exatamente, entre as últimas opções da Juventus, mas ainda assim sua utilização é menor do que o esperado. Ele até foi titular no início da temporada, mas desde a volta de Marchisio, perdeu o lugar. Além disso, a Juve contratou um novo volante, o venezuelano Rincón, aumentando a concorrência para o brasileiro. O Genoa, por exemplo, já mostrou interesse no jogador.
PETER POWELL / EFE
PETER POWELL / EFE

Lucas Leiva (Liverpool)

Mais um volante que tem atuado pouco, Lucas Leiva, ex-Grêmio, tem sido usado no Liverpool apenas em partidas de Copas na Inglaterra. O brasileiro está atrás de Emre Cam e Jordan Henderson, por exemplo, na lista de preferidos do técnico alemão Jurgen Klopp e já admitiu que a situação o incomoda. Um interessado brasileiro, porém, teria concorrência forte: segundo a imprensa europeia, a Inter de Milão está negociando o seu empréstimo.
REUTERS/Regis Duvignau
REUTERS/Regis Duvignau

Jardel (Benfica)

Ex-Santos, o zagueiro já foi considerado uma das peças centrais da defesa do Benfica. Desde o início da temporada, porém, tem tido dificuldade para jogar. O técnico Rui Vitória fez de outro brasileiro, o veterano Luisão, e o sueco Lindelof sua dupla de zaga titular e tem usado mais o argentino Lisandro Lopez que Jardel quando precisa de um substituto. Na atual temporada, foram apenas dois jogos. Ele vive uma situação parecida com a de Maicon, do São Paulo, ao deixar o Porto.
AFP PHOTO / FRANCISCO LEONG
AFP PHOTO / FRANCISCO LEONG

Elias (Sporting)

Outro jogador de Portugal, Elias, ex-Corinthians, também tem sofrido. Desde que deixou o Parque São Jorge, o volante não conseguiu render o esperado e em nenhum momento chegou perto de ser titular do Sporting. O mais impressionante é que outro brasileiro, o também ex-corintiano Bruno César, é um dos mais usados do elenco verde e branco, jogador como lateral esquerdo, segundo volante, meia e atacante. Não à toa, muitos torcedores já começam a fazer campanha para a volta de Elias ao Brasil.
Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images
Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images

Danilo (Real Madrid)

Outro negócio improvável, mas... O lateral chegou ao Real Madrid como um dos melhores da posição na Europa, após brilhar no Porto. Não faltaram chances, mas Danilo não conseguiu se firmar no Real. Hoje, é reserva de Carvajal - chegou até a jogar na lateral-esquerda quando Marcelo se machucou. Apesar da má fase, alguns clubes estão interessados no brasileiro. Segundo a imprensa italiana, a Juventus é um deles.
Divulgação/Roma
Divulgação/Roma

Alisson (Roma)

Para começar a falar de goleiros, o titular da seleção brasileira é um dos que estão em situação complicada. Alisson chegou à Roma no começo da temporada e é reserva do polonês Sczesny ? que, inclusive, acaba de ser contratado em definitivo pelo clube da capital italiana. O brasileiro só jogou na Liga Europa, vendo o rival ser o dono da meta (e ainda ganhar elogios de torcedores) no Campeonato Italiano. Como Gabigol e Hernanes, porém, sua volta ao Brasil é improvável: segundo o Eurosport, o Genoa está interessado no goleiro, após a lesão grave sofrida por seu titular, o italiano Perin.
FABRICE COFFRINI / AFP
FABRICE COFFRINI / AFP

Rafael Cabral (Napoli)

Talvez o mais disponível dos goleiros da lista é o ex-goleiro do Santos. Rafael Cabral é reserva do Napoli desde que chegou à Itália. E ninguém por lá questiona a titularidade de Reina. Nesta temporada, ele só entrou em campo uma vez. No meio de 2016, ele chegou a ver seu nome ligado ao São Paulo, mas o negócio não evoluiu. Será que, agora, o negócio pode sair?
Maurizio Lagana/Getty Images
Maurizio Lagana/Getty Images

Julio Cesar (Benfica)

Quem completa a lista é um dos goleiros mais experientes do Brasil. Julio Cesar foi titular em duas Copas do Mundo, já foi considerado o melhor do mundo na posição e, até o início dessa temporada, era considerado titular indiscutível do Benfica. Outro brasileiro, Ederson Moreira, porém, passou a jogar muito bem e colocou o veterano na reserva. Aos 37 anos, ele ainda poderia ajudar bastante um time brasileiro. Esbarra, porém, no bom momento dos goleiros que atuam por aqui: que clube, hoje, tem como prioridade reforçar suas opções embaixo das traves?

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos