Soco, corneta a Luxa e carteado: 5 fatos "esquecidos" de Edílson no Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

Edílson está de volta ao Grêmio. O lateral deixou o Corinthians e será apresentado no fim da manhã desta quinta-feira (19) pelo Tricolor, onde assinou vínculo de três anos. Essa é a segunda passagem pelo clube gaúcho e a primeira foi marcada por momentos "curiosos". 

Edílson não chegou a ser titular absoluto. Logo no início alternava entre momentos na primeira equipe e também fora dela, dando lugar a Mário Fernandes. Foi campeão gaúcho em 2010 e fez parte do bom primeiro semestre do clube com Silas no comando. Foi o técnico, aliás, que indicou sua contratação. 
 
Em seguida, com a chegada de Gabriel, perdeu espaço. Em 2011 foi cedido, no segundo semestre, ao Atlético-PR. E no ano seguinte, com a chegada de Vanderlei Luxemburgo, acabou ficando de lado de vez e foi liberado. 
 
Depois de passar por Botafogo e Corinthians, ele está de volta. E a reportagem do UOL Esporte relembra momentos "esquecidos" da passagem ele por Porto Alegre. 
 

CINCO MOMENTOS ESQUECIDOS DE EDÍLSON NO GRÊMIO

Reprodução
Reprodução

Quero matar meu chefe

O perfil de Edílson no Instagram - menos conhecido na época - era administrado 'loucamente'. Quando Vanderlei Luxemburgo assumiu o time e logo sacou o jogador passando a usar Pará, que tinha chegado por sua indicação, Edílson publicou ironicamente o cartaz do filme "Quero Matar meu Chefe", e citou na foto outros jogadores que estavam afastados do time, como Kleber Gladiador e Anderson Pico.
Reprodução
Reprodução

Parceiro do Gladiador

Kleber Gladiador, aliás, era o principal parceiro de Edílson no elenco. Sempre acompanhado pelo atacante, o jogador brincava em vários momentos além do convívio do futebol. Não era raro encontrar os dois em registros na internet. Mesmo quando Kleber estava por ser negociado, ambos seguiram parceiros.
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Organizador do carteado

Edílson era um dos organizadores das disputas em jogos de carta na concentração. Enquanto alguns jogam video-game, outros preferem ver vídeos, ele reunia os demais jogadores para disputas de jogos de carta. Kleber, Douglas, Gabriel, Fábio Rochemback e Marcelo Moreno eram os principais colegas no jogo.
Reprodução
Reprodução

Banheira com Douglas

Na comemoração do título do Gauchão de 2010, Edílson acabou sendo flagrado com Douglas em uma comemoração regada a cerveja na banheira do Olímpico, ainda dentro do vestiário. A foto, junto ao meia Douglas, não demorou para correr a internet e até hoje é lembrada quando é citada a conquista.
Leonardo Soares/UOL
Leonardo Soares/UOL

Soco em Henrique

Grêmio e Palmeiras jogaram na Copa do Brasil de 2012. Por perder em Porto Alegre, o Tricolor precisava buscar recuperação em São Paulo. Tenso, o time entrou na provocação do adversário e Edílson perdeu a cabeça. Brigou em campo e acertou um soco no zagueiro Henrique, que atualmente defende o Fluminense. Foi expulso e dias depois publicou em seu perfil no Instagram uma foto em que usava luvas de boxe. Alertado por sua assessoria de imprensa, rapidamente tirou o registro da internet.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos