Topo

Corinthians

Comprar ingresso
Comprar ingresso

Como Sornoza saiu de "vetado" e virou exemplo em retorno do Corinthians

THIAGO BERNARDES/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Sornoza retomou vaga de titular por ser o jogador que mais chuta a gol do Timão nesta temporada Imagem: THIAGO BERNARDES/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-07-16T04:00:00

16/07/2019 04h00

O meia Junior Sornoza virou exemplo no Corinthians quando o assunto é finalização. O equatoriano, aliás, saiu de "vetado" durante a intertemporada para titular na vitória do Alvinegro contra o CSA por 1 a 0, no último domingo, em Itaquera, por conta de sua ousadia em chutar a gol.

Sornoza foi reserva nos três amistosos disputados pelo Corinthians na "parada" da Copa América, mas foi escalado como titular contra o CSA, pois o técnico Fábio Carille avaliou que precisava de um jogador que não tenha medo de finalizar na posição.

Os três chutes certeiros do equatoriano, que só não resultaram em gol por conta da tarde inspirada do goleiro Jordi, do CSA, não foram por acaso. Segundo estatísticas do Footstats, apesar de contabilizar apenas um gol com a camisa do Corinthians, Sornoza é o jogador que mais finaliza do time de Parque São Jorge na temporada.

No Campeonato Brasileiro, o meia equatoriano chutou 13 vezes, sendo três considerados corretos, aproveitamento de 23,1%. Sornoza também é líder no quesito na Copa Sul-Americana, com dez finalizações, sendo cinco certas, aproveitamento de 50%.

Na Copa do Brasil, o Corinthians foi eliminado pelo Flamengo nas oitavas de final, mas Sornoza fez a sua parte novamente ao ficar no topo quando o assunto é chutar a gol. Foram 14 tentativas, sendo cinco corretas, aproveitamento de 35,7%.

Sornoza só não repetiu o feito no Campeonato Paulista, mas ele foi o líder de assistência para gols (cinco passes) e quem mais criou para os companheiros finalizarem (28 ao todo) na conquista do tricampeonato.

O jogador não foi titular nos amistosos contra Botafogo-SP (derrota por 2 a 1), Vila Nova-GO (vitória por 2 a 1) e Londrina (derrota por 2 a 1). O equatoriano foi apenas testado no time reserva. Mas Carille não aprovou a experiência de Clayson na função de meia centralizado e nem Régis, apesar dos dois gols marcados por ele nos amistosos.

Vale lembrar que, Jadson, o principal concorrente de Sornoza, ainda luta para alcançar a melhor forma física e, por isso, está fora da briga pela posição no momento.

Carille agora conta com Sornoza arriscando chutes e mais próximo da área adversária para vencer o Flamengo no próximo domingo, às 16h (de Brasília), em Itaquera, em jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"Hoje foi bom, vimos o Sornoza mais perto da área, essa está sendo a minha busca. Temos uma semana para trabalhar para depois ter Flamengo e outros jogos. Tivemos crescimento legal, não fizemos os gols, mas criamos mais do que o normal", concluiu o treinador.