Topo

Santos


Conselheiro do Santos deixa cargo na Prefeitura após áudio vazado

Reprodução
Adilson Durante Filho, conselheiro do Santos Imagem: Reprodução

2019-04-19T18:21:12

19/04/2019 18h21

Um dia após aparecer no noticiário por conta de comentários racistas em áudio vazado nas redes sociais, o conselheiro do Santos, Adilson Durante Filho, pediu exoneração de seu cargo na Prefeitura do município de Santos. O ex-diretor de futebol do clube era secretário-adjunto de Turismo e ontem (18) já estava licenciado da função, até deixá-la definitivamente.

A exemplo do Alvinegro, o prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, em nota oficial, manifestou repúdio pelas afirmações de teor racista de Adilson e já havia indicado seu afastamento não remunerado. Confira o texto completo:

"Como prefeito, afrodescendente, cidadão, filho de ex-engraxate de sapato de origem humilde, manifesto, com veemência, repúdio a qualquer manifestação que defenda ou propague preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação, independentemente dos meios, circunstâncias ou período de tempo que ocorra. Sempre será e deve ser absolutamente condenada.

O funcionário da prefeitura envolvido no lamentável caso que se tornou público, sr. Adilson Durante Filho, reconheceu o grave erro, pediu desculpas, se retratou publicamente e está ciente da sua responsabilidade e das possíveis consequências desse ato cometido na esfera de sua vida privada. Ele pediu licença não remunerada de suas funções para que possa prestar os esclarecimentos devidos decorrentes da sua manifestação. A situação administrativa do funcionário está suspensa, com prejuízo dos vencimentos, e permanecerá assim durante todo o período de seu afastamento".

Na manhã de hoje (19), porém, a Prefeitura comunicou o pedido de exoneração de Adilson Durante Filho, o que será oficializado na próxima terça-feira (23), quando publicado no Diário Oficial do município.

"O sr. Adilson Durante Filho, na manhã desta sexta-feira (19), pediu exoneração do cargo de secretário-adjunto de Turismo de Santos. A portaria, assinada pelo prefeito, será publicada na edição do Diário Oficial da próxima terça (23). A Prefeitura de Santos ressalta que repudia toda e qualquer manifestação de racismo".

Nas redes sociais, torcedores santistas e personagens da mídia estão levantando a hashtag #ExpulsaORacista, para pedir ao clube que tome providências drásticas em relação ao conselheiro. Para que uma punição seja aprovada há a necessidade de que seja protocolado um pedido junto ao Conselho Deliberativo, que deve decidir sobre o fato na próxima semana.