UOL Esporte Futebol
 

Nilmar comemora o gol da vitória; atacante fez cinco gols nos últimos quatro jogos

14/11/2009 - 16h57

Brasil usa arma rival e, com gol de Nilmar, bate reservas da Inglaterra

Carlos Padeiro
Em Doha (Qatar)
A Inglaterra sempre teve como tradição explorar o jogo aéreo. Sob o comando de Dunga, o Brasil se especializou nesse fundamento e, neste sábado, superou por 1 a 0 os rivais europeus, com um gol de cabeça de Nilmar. O amistoso foi disputado no Khalifa Stadium, em Doha, Qatar, e o adversário entrou em campo enfraquecido, sem nove titulares.

Assim, após a Copa do Mundo de 2006, quando o treinador gaúcho assumiu o cargo, a seleção nacional não sabe o que é perder para equipes campeãs do mundo. A Inglaterra se junta às vítimas Itália, Uruguai e Argentina - no total, são oito triunfos e três empates diante desse seleto grupo.

"Não é meu ponto forte fazer gol de cabeça, mas estou me aperfeiçoando. Acabei conseguindo cabecear bem, no contrapé do goleiro", destacou o autor do gol.

Segundo o Datafolha, o time do Velho Continente arriscou 22 cruzamentos na área, e apenas oito foram corretos. Já o Brasil tentou 14 vezes, e a bola teve a direção certa em apenas três.

PRINCIPAIS LANCES
PRIMEIRO TEMPO
10min - Nilmar ganha a disputa pela lateral do campo, invade a área sozinho mas prefere rolar para o meio ao invés de chutar. A zaga inglesa afasta
22min - Kaká arranca pelo meio e rola para Michel Bastos. O estreante avança e chuta cruzado. A bola vai para fora e assusta o goleiro inglês
24min - Milner cruza na área, Bent ganha no alto e cabeceia por cima do gol
29min - Felipe Mello domina na intermediária, dribla o marcador e finaliza colocado. Foster defende com segurança
SEGUNDO TEMPO
1min - GOOOOLLLL DO BRASIL!!!! Elano faz a assistência pelo alto na área, Nilmar aparece nas costas da zaga e cabeceia por cima de Foster
10min - Nilmar dribla o goleiro e é derrubado. Pênalti para o Brasil! Luís Fabiano bate por cima do gol e desperdiça
24min - Cruzamento no segundo pau, Milner aparece sozinho, finaliza de pé direito, mas manda por cima da meta
28min - Kaká arrisca de fora da área, a bola desvia na zaga da Inglaterra e fica fácil para Foster
32min - Na trave!!! Lúcio solta a bomba de fora da área e a bola explode na trave esquerda de Foster
MAIS DA SELEÇÃO BRASILEIRA
"O Brasil soube se defender do jeito que a Inglaterra está acostumada a jogar e, no final, teve essa oportunidade da bola aérea com o Nilmar. Além disso, acho que a seleção jogou bem, ditou o jogo e dominamos boa parte da partida", comentou o meia Kaká.

Luis Fabiano ainda teve a chance de ampliar a vantagem brasileira em uma cobrança de pênalti, sofrido por Nilmar. Entretanto, chutou mal, por cima do gol.

O confronto serviu para Dunga realizar novos testes antes do Mundial da África do Sul. O lateral-esquerdo Michel Bastos e os atacantes Hulk e Carlos Eduardo estrearam com a camisa verde e amarela.

Antes de a bola rolar, a organização do Qatar, cujo objetivo principal é mostrar à Fifa que tem condições de sediar a Copa do Mundo de 2022, promoveu um belo espetáculo, com efeitos especiais e muita organização.

Porém, as seleções convidadas decepcionaram no primeiro tempo. O Brasil criou mais no ataque. As principais jogadas saíram dos pés de Kaká e de Nilmar, que deu trabalho ao lateral-direito Wesley Brown. Por duas vezes, o ex-atacante do Internacional ganhou na corrida e invadiu a área. Na primeira, apesar de estar livre, preferiu rolar para o meio e desperdiçou a chance de finalizar. Na segunda, cruzou errado.

A melhor chance teve início nos pés de Kaká, que avançou pelo meio e rolou para Michel Bastos. Sem marcação, o camisa 6 arriscou o chute cruzado, porém errou o alvo. Por outras duas vezes, Kaká tentou superar a retaguarda adversária pelo meio ao tabelar com Luis Fabiano, porém parou na marcação.

"Tentamos passar a bola com calma para chegar ao ataque com rapidez, mas estamos com um pouco de dificuldade", observou Michel Bastos, em entrevista à TV Globo, durante o intervalo.

ANÁLISE DE JUCA KFOURI
Juca
Gol de Nilmar nem bem o 2º tempo começara, depois de 45min iniciais esquecíveis.
BLOG DO JUCA KFOURI
Logo a 1min da etapa final, a equipe de Dunga abriu o placar. Elano deu a assistência pelo alto, Nilmar surgiu nas costas da zaga e cabecou por cima do goleiro

Nove minutos depois, Nilmar aproveitou um recuo errado de Brown, roubou a bola, driblou o goleiro e foi derrubado. Na cobrança de pênalti, Luis Fabiano chutou por cima do gol.

Mesmo após desperdiçar essa grande chance de ampliar o placar, a seleção brasileira dominou com facilidade a partida e não teve problemas para confirmar o resultado positivo em sua penúltima partida no ano.

BRASIL 1 X 0 INGLATERRA

BRASIL
Júlio César; Maicon, Lúcio, Thiago Silva e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Mello, Elano (Daniel Alves) e Kaká; Nilmar (Carlos Eduardo) e Luís Fabiano (Hulk)
Técnico: Dunga

INGLATERRA
Benjemin Foster; Wesley Brown, Upson, Lescott e Wayne Bridge; Jenas, Milner, Wright-Phillips (Peter Crouch) e Gareth Barry (Huddlestone); Wayne Rooney e Bent (Defoe)
Técnico: Fabio Capello

Data: 14/11/2009 (sábado)
Local: Khalifa Stadium, em Doha (Qatar)
Árbitro: Abdulrahman Abdou (Qatar)
Assistentes: Waleed Al Mannai e Mohammed Dharman (ambos do Qatar)
Gol: Nilmar, a 1min do segundo tempo
Cartão amarelo: Foster (I)

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host

    ASSISTA AO GOL MARCADO POR NILMAR