UOL Esporte Futebol
 
16/12/2009 - 07h01

Antes de trazer reforços, Patrícia Amorim quer manter base do Flamengo

Cauê Rademaker
No Rio de Janeiro

Além de toda a novela envolvendo a renovação de contrato do técnico Andrade, que deve ter um desfecho nesta quarta-feira, a futura presidente do clube, Patrícia Amorim, também trabalha para manter a base do time campeão brasileiro. Por conta disso, a prioridade na Gávea é segurar os principais jogadores para, somente depois, trazer os reforços.

“Antes de olhar para fora, a gente precisa olhar para quem está dentro do clube e cuidar bem de quem está ali”, disse Patrícia Amorim, ex-nadadora do Flamengo e desde os oito anos envolvida com o clube.

Dos atletas mais utilizados durante o Campeonato Brasileiro, três têm o contrato terminando neste fim de dezembro. São eles Zé Roberto, Ronaldo Angelim e Everton. Os dois últimos são dados como presença certa na equipe em 2010, ao contrário do meia-atacante.

Zé Roberto pertence ao Schalke04-ALE e o clube europeu exige sua reapresentação, só aceitando negociar o atleta em definitivo, sem prorrogar o empréstimo. Os dirigentes rubro-negros tentam uma fórmula de atender ao desejo alemão, mas dentro das possibilidades financeiras do time da Gávea. Os alemães querem algo em torno de dois milhões de euros e a negociação deve se arrastar até a proximidade do Natal.

Mais difícil, contudo, é manter Airton. O volante tem proposta do Benfica e os portugueses já dão como certa sua contratação. Nova Iguaçu, Traffic e Flamengo dividem os direitos econômicos do jogador, sendo que os dois primeiros já aceitaram a oferta de três milhões de euros dos europeus. Basta apenas o “sim” rubro-negro e uma reunião entre as três partes deverá acontecer nesta quarta-feira.

A esperança maior é pela permanência de Adriano. Na última segunda-feira, tanto o vice de futebol do clube, Marcos Braz, quanto o zagueiro Ronaldo Angelim afirmaram que o Imperador revelou que deve continuar, embora tenha propostas do futebol europeu. Mesmo tendo contrato até maio, não existe nenhuma cláusula que impeça sua saída para o exterior.

Em meio a esse processo de renovação, Marcos Braz já admitiu que o Flamengo tem interesse nos atacantes Kleber, do Cruzeiro, e em Vágner Love, do Palmeiras. No entanto, as investidas deverão demorar a acontecer.

“Todo dia que eu acordo meu filho vem falar de nomes para contratar”, brincou Patrícia Amorim. “Esse é um momento bom, mas confuso que são as renovações. Mas esse é o melhor dos problemas, pois só o temos porque o time foi campeão. E queremos vencer sempre", finalizou a futura mandatária do Rubro-Negro.

Confira a situação dos contratos dos jogadores do elenco rubro-negro:

Contratos que se encerram no fim de 2009:
O goleiro Diego, o zagueiro Ronaldo Angelim, o lateral Everton Silva (empréstimo), o meia Everton (empréstimo), o atacante Zé Roberto (empréstimo) e o meia Alex Cruz.
Contratos que se encerram no meio de 2010:
O atacante Adriano (30 de maio), o zagueiro Alvaro (30 de junho), o volante Maldonado (emprestado até 30 de agosto), o zagueiro David (emprestado até 30 de junho), o sérvio Petkovic (15 de junho), o atacante Gil (30 de junho), o chileno Fierro (emprestado até 25 de agosto), Maxi (3 de julho) e Rômulo (31 de agosto).

Contratos que se encerram no fim de 2010:
O lateral Juan, o zagueiro Marlon e o goleiro Paulo Victor, ambos no dia 31 de dezembro.

Contratos que se encerram em 2011:
Os volantes Willians (31 de junho) e Lenon (31 de maio) e o lateral Leonardo Moura (31 de dezembro).

Contratos que se encerram depois de 2011:
O volante Airton (dezembro de 2013), o goleiro Bruno (dezembro de 2012), o atacante Bruno Mezenga (abril de 2012), o meia Erick Flores (setembro de 2013), o zagueiro Fabrício (novembro de 2013), o meia Camacho (junho de 2013), o lateral Jorbison (fevereiro de 2012), o meia Kleberson (dezembro de 2012), o goleiro Marcelo Lomba (dezembro de 2012), o lateral Galhardo (julho de 2012) e o zagueiro Welinton (julho de 2014).

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host