UOL Esporte Futebol
 
20/12/2009 - 18h16

Atlético-MG bate Flu nos pênaltis e faz final do Brasileiro Sub-20 contra o Grêmio

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte

Ao vencer o Fluminense, nos pênaltis, por 5 a 4, após empate em 1 a 1, no tempo normal, na tarde deste domingo, no estádio Passo da Areia, em Porto Alegre, o Atlético-MG garantiu vaga na decisão do título do Campeonato Brasileiro Sub-20. O adversário do alvinegro mineiro será o Grêmio que passou pelo rival Internacional, também na decisão por penalidades máximas e igualmente por 5 a 4, após empate em 0 a 0 nos 90 minutos. A final será na próxima terça-feira.

Para chegarem à fase semifinal da competição, que reuniu 20 participantes, em sua quarta edição, Fluminense e Atlético-MG eliminaram nas quartas-de-final a Botafogo e Flamengo, respectivamente. O tricolor carioca bateu seu rival nos pênaltis, por 5 a 4, após empate em 2 a 2 no tempo normal, enquanto o alvinegro mineiro derrotou o Flamengo, de virada, por 2 a 1.

O Atlético-MG poderá conquistar um título inédito. Ano passado, o time mineiro terminou apenas na 18ª colocação, uma posição abaixo do Fluminense, que disputará o terceiro lugar contra o perdedor do Grenal. O time atleticano ainda não foi derrotado pelo Fluminense em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro Sub-20. Nas duas vezes em que se enfrentaram anteriormente pelo torneio, o Atlético ganhou por 3 a 2, em 2006, e houve empate em 1 a 1, no ano passado.

Disputado sob forte calor, especialmente na primeira etapa, o jogo teve ritmo lento. O Atlético teve maior posse de bola e criou o maior número de oportunidades, ao longos dos 90 minutos, mas esbarrou em erros de finalização. O Fluminense, por sua vez, posicionou-se mais recuado, tentando explorar os contra-ataques.

O gol tricolor saiu aos 30 minutos do primeiro tempo, quando Bruno Veiga enfiou boa bola por cima da zaga atleticana. O atacante Dori recebeu a bola e tocou por cobertura, vencendo o goleiro Paulo Vitor. O Atlético criou e desperdiçou oportunidades para empatar a partida ainda na etapa inicial. Isso só aconteceria no final do segundo tempo.

“Sou jogador de área, este é o meu forte. Aproveitei a oportunidade para colocar o nosso time à frente, mas não tem nada ganho”, comentou o atacante Dori, ao deixar o gramado no intervalo. O goleiro atleticano Paulo Vítor, por sua vez, lamentou o gol sofrido. “O time está bem no jogo, infelizmente levou o gol, mas o nosso time é bom e vamos voltar mais concentrado para o segundo tempo”, observou.

E o Atlético voltou pressionando o adversário na etapa final, com o meia Wendel no lugar de Danilo. Logo no 1º minuto, o goleiro Rafael Costa evitou o empate, ao fazer difícil defesa em chute de Wendel, após cobrança de dois toques na área tricolor. Aos 6min, Augusto desperdiçou boa chance, após bela jogada individual do meia atleticano, que entrou no segundo tempo.

O Fluminense continuava fechado, tentando encaixar contra-ataques. Teve duas boas oportunidades aos 8 e 10 minutos, quando seus atacantes erraram o alvo. A partida seguiu com o Atlético atacando e o time carioca resistindo na defesa. O gol de empate só saiu no final do tempo regulamentar. Aos 38min, o zagueiro Diego aproveitou rebote do goleiro Rafael Costa e empatou o jogo.

A decisão foi para os pênaltis. Bruno Veiga desperdiçou logo a primeira cobrança para o Tricolor. Os demais batedores do time carioca fizeram os gols: Marlon, Stéfano, Rian e Wellington. Os cinco cobradores atleticanos fizeram sua parte e classificaram o time mineiro: Sidmar, Wendel, Wanderson, Breno e Wescley.

“A gente sabia que o segundo tempo ia ser difícil, que o Fluminense ia voltar forte, mas tivemos tranquilidade. Acho que nosso time tem garra. Desde o início do Campeonato foi assim e hoje corremos atrás e conseguimos a classificação”, comentou Diego, autor do gol atleticano.

* Atualizado às 20h50
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host