UOL Esporte Futebol
 
22/12/2009 - 18h04

Com gol de "sósia" de Ronaldinho Gaúcho, Grêmio é campeão brasileiro sub 20

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte

Ao vencer o Atlético-MG, por 1 a 0, na tarde desta terça-feira, no estádio Passo da Areia, em Porto Alegre, o Grêmio conquistou o bicampeonato brasileiro sub 20. O tricolor gaúcho já havia vencido o alvinegro mineiro na primeira fase da competição, por 2 a 1, e confirmou a sua superioridade. O gol do título foi marcado ainda no primeiro tempo, aos 31min, por meio do atacante Alex.

Até fazer o gol que garantiu o grito de campão ao Grêmio, Alex era mais notado pela semelhança física com Ronaldinho Gaúcho do que pelo seu futebol. “São muitos comentários, o narrador do jogo fala sobre a semelhança, mas no futebol ainda tenho que melhorar muito e treinar, treinar para chegar pelo menos perto dele”, comentou, com humildade, o herói gremista.

Grêmio e Atlético-MG chegaram com campanhas semelhantes à final do Brasileiro Sub 20. Cada time venceu três jogos, empatou dois e perdeu apenas uma vez. A derrota atleticana tinha sido para o próprio Grêmio, na primeira etapa, quando atuou a maior parte do tempo com 10 jogadores, por causa da expulsão do lateral-direito Felipe Cordeiro. Já o time gaúcho havia sido derrotado para o Atlético-PR, por 4 a 1, também na fase de classificação.

Os dois finalistas eliminaram, nas semifinais, Internacional e Fluminense, nos pênaltis. Para o Grêmio, a conquista do título teve sabor de revanche, já que em julho último, o Atlético-MG o eliminara na decisão por penalidades máximas nas semifinais da Taça BH de Futebol Júnior. Na final, o alvinegro mineiro bateu o Internacional, por 1 a 0 e foi campeão.

O primeiro tempo começou equilibrado. Disputado sob forte calor, a partida teve poucas chances de gols até os 31 minutos, quando Alex aproveitou falha da defesa atleticana e colocou a bola nas redes adversárias. Depois disso, o time da casa, empurrado por sua torcida, criou e desperdiçou mais três oportunidades. Na melhor delas, Bruno Renan, aos 45min, fez boa jogada individual, passou por dois marcadores e na saída de Paulo Vítor, tocou a bola por cobertura, acertando a trave.

“Estivemos um pouco nervoso no primeiro tempo, com a pressão da torcida, que a gente já sabia que iria enfrentar. Vamos conversar com o professor Rogério Micale para ver o que podemos fazer para reagir na partida”, comentou o zagueiroSidmar. O treinador atleticano fez uma alteração para o segundo tempo: Vanderson no lugar de Felipe Souto. O Grêmio, por sua vez, retornou com os mesmos 11 jogadores.

O segundo tempo foi caracterizado pela pressão atleticana, que buscou o ataque desde o início, embora tenha finalizado pouco. O Grêmio, por sua vez, se fechou na defesa e tentou encaixar um contra-ataque para definir o jogo, que ficou aberto até o final. Ao contrário do que aconteceu contra Flamengo e Fluminense, pelas quartas-de-final e semifinal, quando também ficou em desvantagem no primeiro tempo, o time mineiro não conseguiu reagir dessa vez.

Na disputa pelo terceiro lugar do Brasileiro Sub 20, na manhã deste terça-feira, também no estádio Passo da Areia, o Fluminense derrotou o Internacional, por 2 a 1. Todos os gols foram marcados no primeiro tempo. O atacante Dori marcou as duas vezes para o time carioca, aos 27min e 46min, enquanto Foster descontou para o Internacional, aos 35min.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host