UOL Esporte Futebol
 
23/12/2009 - 07h07

Auxiliar de Luxemburgo vê chance para juniores no Atlético-MG

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte
  • Auxiliar Nei Pandolfo destacou principalmente o meia Wendel (F)

    Auxiliar Nei Pandolfo destacou principalmente o meia Wendel (F)

Encarregado de acompanhar o time júnior do Atlético-MG no Campeonato Brasileiro Sub-20, Nei Pandolfo, auxiliar do técnico Vanderlei Luxemburgo, avaliou positivamente o desempenho dos jovens atletas e acenou com a possibilidade de alguns deles serem integrados ao elenco profissional ao longo de 2010.

“Fiquei satisfeito com o que eu vi em relação à base do Atlético. Conversei muito com o André (Figueiredo), coordenador da base, conversei com o (técnico) Rogério (Micale). É um grupo muito jovem e com muita técnica também, são muito técnicos, sabem sair jogando. Temos meninos, também, de muita força, muita disposição”, afirmou Nei Pandolfo, em entrevista à Rádio Globo Minas.

O auxiliar de Luxemburgo destacou a participação do meia Wendel. “Ele tem muita qualidade, é um jogador com muita capacidade técnica, requer ainda uma melhora no aspecto físico, o que acho que é normal. Se ele for para o profissional, isso se apronta rápido, nós temos profissionais especializados nessa área de fisiologia, mas sem dúvida nenhuma é um garoto que tem muita qualidade técnica”, avaliou.

Nei Pandolfo usa o exemplo do Santos, último clube em que a comissão técnica de Vanderlei Luxemburgo, onde o atacante Neymar e o meia Paulo Henrique terminaram o Brasileirão como importantes peças. Ele ressalta a importância de incorporar os jovens jogadores gradualmente ao time profissional.

“A gente tem o exemplo recente do próprio Santos, que tem uma base muito forte, caso do Neymar, do Paulo Henrique, jogadores que foram se firmando aos poucos. Você não pode pegar um garoto que está em formação física, em formação técnica, e colocá-lo para jogar direto”, salientou.

O Atlético encerrou o Brasileiro Sub-20 com o vice-campeonato. Na final, o time alvinegro foi derrotado pelo Grêmio por 1 a 0. O gerente técnico das categorias de base, André Figueiredo, ressaltou a importância de revelar jogadores.

“Realmente, o objetivo principal é revelar jogador, mas quando a gente chega numa final, a gente quer ganhar e o jogador também quer. Mas a gente sabe que o trabalho está sendo feito”, disse.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host