UOL Esporte Futebol
 
15/01/2010 - 17h01

Sem a 10, Ganso pensa em vestir a 8 ou 22 para homenagear Kaká

Fernando Prandi
Em Santos

O meia Paulo Henrique Ganso ficou feliz com a contratação de Giovanni, que foi quem o indicou para jogar no Santos quando ainda era jogador da base. Porém, com a chegada do velho ídolo da torcida, Ganso não é mais o dono da camisa 10 alvinegra.

Sem a camisa imortalizada por Pelé, o meio-campista diz que tem duas alternativas: vestir a número 8 ou então a 22. O motivo seria um tipo de homenagem a Kaká, do Real Madrid, da Espanha, e da seleção brasileira. “É por causa do Kaká. Admiro o futebol dele usaria este número por causa dele”, disse.

O ex-são-paulino jogava com a camisa número 22, no Milan, da Itália, e atualmente veste a oito no clube espanhol. A trajetória do ex-são-paulino pode servir de inspiração para Ganso, que sonha em se transferir para o clube italiano

O Santos estuda utilizar numeração fixa para o restante da temporada. Por isso, cada jogador está escolhendo o número que melhor lhe agrade. Neymar, por exemplo, também tem duas opções. “Se der, quero jogar com sete, senão, com a 17”, afirmou.

Já Madson pretende ser o número 14, por causa do dia do nascimento do filho, Nicolas. “Vou homenagear o filhão”, disse o sorridente meia-atacante.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host