UOL Esporte Futebol
 
18/01/2010 - 07h15

Leonardo Silva e Gil saem à frente na disputa pela zaga do Cruzeiro

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte
  • Leonardo Silva diz que está se empenhando para manter a condição de titular em meio à disputa

    Leonardo Silva diz que está se empenhando para manter a condição de titular em meio à disputa

O Cruzeiro renovou o contrato do experiente zagueiro Cláudio Caçapa e tem se unido em torno do projeto de recuperação do bom futebol Thiago Heleno, que mobiliza, por exemplo, o presidente Zezé Perrella e o técnico Adilson Batista. Mas, nesse início de temporada, Leonardo Silva e Gil, que terminaram o ano passado como titulares, saíram à frente dos concorrentes.

Os dois jogadores formaram a dupla de zaga titular nos dois jogos-treinos disputados pelo Cruzeiro, contra Itaúna (7 a 1) e Villa Nova (5 a 0). Caçapa e Thiago Heleno participaram das duas atividades na equipe considerada reserva. O atual elenco do Cruzeiro ainda tem outros zagueiros, Leo Fortunato, que está voltando aos treinos com bola, depois de se recuperar de lesão, e Luizão, ainda em tratamento.

Apesar disso, Leonardo Silva, capitão do time, não se vê com vaga assegurada. “No Cruzeiro não tem titular absoluto. Tem aquele que está melhor no momento”, observou o zagueiro. Segundo ele, de modo geral, todos os jogadores começaram bem a temporada.

“A gente procura fazer o nosso melhor e ficar em condições de jogar e quem for escolhido pelo Adilson vai trabalhar junto e procurar fazer o melhor para manter o equilíbrio”, analisou.

O goleiro Fábio é outro titular que diz não se sentir garantido. “Aqui no Cruzeiro acho que só o presidente tem cadeira cativa”, comentou, com bom humor, o camisa 1, o mais antigo titular do grupo. Ele considera normal as disputas por posições.

“Qualquer jogador tem de estar acostumado e procurando se capacitar, cada vez mais, nos treinos para garantir espaço no time titular. A gente sabe que a disputa por posições aqui é forte”, afirmou Fábio.

Ele vê como uma demonstração de confiança da comissão técnica e da diretoria a manutenção de quase todo o elenco do ano passado. “O Adilson deu oportunidade a todos jogadores, analisou, viu que precisava mudar pouco, contratar pouco, isso demonstra confiança no grupo e quem está aqui também confia no Adilson”, comentou.

Gil, que se manteve como titular, pelo menos no início de temporada, adotou o mesmo discurso dos seus companheiros mais experientes. A exemplo de Gilberto, que já havia afirmado isso na semana passada, e de Fábio, o jovem zagueiro bão vê nenhum jogador com “cadeira cativa”. “Está todo mundo trabalhando, buscando o melhor para o Cruzeiro”, disse.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host