UOL Esporte Futebol
 
19/01/2010 - 21h13

Jonas aguarda decisão familiar para renovar com o Grêmio

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre (RS)
  • Opiniao familiar pesará na permanência de Jonas

    Opiniao familiar pesará na permanência de Jonas

  • SILAS ENCAMINHA TIME MAIS OFENSIVO
  • MAURICIO E LEANDRO SÃO NOVOS DESFALQUES
  • A renovação de contrato do atacante Jonas com o Grêmio já virou uma novela. Desde a reapresentação dos jogadores se fala na possibilidade de assinatura de novo vínculo. Em entrevista coletiva, o atacante explicou as razões da demora para a renovação e ressaltou que ainda irá levar mais alguns dias para o acerto final.

    “Ainda é uma situação que vai levar uns 3 ou 4 dias. Temos que acertar os últimos detalhes para renovar. É algo em relação à clausulas de contrato e tempo”, explicou o atacante. “É uma coisa particular, meu irmão me passou a proposta do Grêmio, ele vai embora hoje, vai passar para meus pais e para meu outro irmão. Nossa família é muito unida, resolvemos tudo em parceria. Eu tenho a palavra final mas sempre consulto os familiares. Foi interessante e vamos sentar para ver o que pode ser feito”, completou.

    “Estou feliz no Grêmio, quero dar continuidade. Meu foco é permanecer. Eu entrei focado contra o Pelotas, ali já estava tudo resolvido”, disse. De fato, a partida contra o Pelotas, em que Jonas entrou no intervalo e teve participação fundamental na virada do time tricolor, foi muito importante na decisão do atleta. Após o jogo, o Grêmio deflagrou um mutirão para acertar a permanência de Jonas. O meia Souza foi essencial neste aspecto. Um dos líderes do grupo de jogadores, pediu a palavra no momento da oração falou em nome de todos.

    “Foi na hora da reza, o professor Silas falava sobre a partida e o Souza pediu a palavra. Ele referiu-se a mim pedindo que eu pudesse pensar certinho, refletir, disse que eu era muito importante ao grupo e que a minha pessoa era fundamental. Tanto dentro de campo quanto fora. Não sou um jogador que fica de “biquinho” quando fico de fora. Agente sempre procura ajudar de uma maneira ou de outra e quando entrar mudar a partida de alguma forma. Ele disse isso para mim e pediu para que eu olhasse com carinho tudo o que o Grêmio iria oferecer para mim”, contou.

    Quanto a reserva no início do ano, Jonas não mostrou insatisfação. Segundo o atacante, mesmo tendo realizado um 2009 muito bom, sempre é necessário mostrar mais. “Não vou dizer que seria uma injustiça ficar no banco. A lesão me atrapalhou um pouco. Não joguei o final do campeonato. As vezes há uma incerteza sobre meu retorno, este jogo contra o Pelotas foi muito bom para mostrar que eu tenho qualidade. Estou aqui para ajudar, quero deixar meus colegas e a comissão técnica feliz”, revelou.

    A pendência principal para a renovação de Jonas é o tempo de contrato. O Grêmio oferece vínculo até o fim de 2011, o jogador quer até dezembro de 2012. Além disso, uma cláusula de liberação para a Europa ainda não foi definida.
     

    Compartilhe:

      Placar UOL no iPhone

      Hospedagem: UOL Host