UOL Esporte Futebol
 
25/01/2010 - 09h04

Na altitude, cruzeirense Gilberto avisa: "Vou jogar até onde der"

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte
  • Gilberto diz que, quando a perna pesar, pedirá para ser substituído

    Gilberto diz que, quando a perna pesar, pedirá para ser substituído

Um dos mais experientes do elenco do Cruzeiro, o meia Gilberto disse que jogar na altitude – como a de Potosí, na Bolívia, que chega a quase 4 mil metros – é sempre problema para o jogador. Por isso, admite que não sabe quanto tempo permanecerá em campo na partida contra o Real Potosí na próxima quarta-feira, pela pré-Libertadores.

“A gente sabe que é muito difícil jogar na altitude, chegando um mês antes, chegando cinco dias, indo no dia e jogando. A altitude é sempre um problema para nós jogadores. Então, a gente tem de ter a consciência de que tem de procurar um resultado positivo para que, no jogo da volta, consiga a classificação para a fase de grupos da Libertadores”, observou Gilberto, em entrevista veiculada pela Rádio Itatiaia.

Segundo ele, quando a perna pesar ou faltar o ar, é hora de deixar o campo. “Estou tranquilo, eu sei que a gente tem de jogar no limite. Vou jogar até onde der, procurar fazer o melhor até onde eu me sentir bem. Na hora em que eu não tiver me sentindo em condição de respirar, a hora em que as pernas tiverem pesando, aí tenho de pedir substituição até para que entre um atleta mais bem condicionado”, afirmou Gilberto.

A comissão técnica do Cruzeiro antecipou a viagem à Bolívia para que os atletas possam se adaptar à altitude. Na quinta-feira passada, a delegação celeste desembarcou em Santa Cruz de la Sierra. A preparação em Sucre, que fica a 2.800 metros acima do mar, começou na sexta-feira.

Gilberto acredita que Adilson Batista saberá escalar os atletas que estiverem bem fisicamente. “A gente tem um grupo bom, então dá para mesclar. O Adilson conhece bem todos os jogadores e sabe escalar aquele que estiver em melhores condições, e é o que a gente vai procurar fazer para que a gente consiga um resultado positivo”, ressaltou.

O jogo de volta contra o Real Potosí será em 3 de fevereiro, no Mineirão. Se passar da equipe boliviana, o Cruzeiro entrará para a fase de grupos da Libertadores. Os adversários serão Vélez Sarsfield, da Argentina, Colo Colo, do Chile, e Deportivo Itália, da Venezuela.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host