UOL Esporte Futebol
 
25/01/2010 - 20h15

Nigéria vence Zâmbia nos pênaltis e enfrenta Gana nas semifinais

Do UOL Esporte
Em São Paulo

A última vaga nas semifinais da Copa Africana de Nações só foi definida após 120 minutos de bola rolando e disputa de penalidades. Após empate por 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, Nigéria eliminou Zâmbia nesta segunda-feira com um triunfo por 5 a 4 na disputa de tiros livres de 11m e avançou para o confronto com Gana, que havia eliminado a anfitriã Angola no domingo.

Gana e Nigéria abrirão as semifinais da Copa Africana, em jogo marcado para a cidade de Luanda na quinta-feira, 28 de janeiro, às 14h (de Brasília). A outra vaga na decisão será disputada no mesmo dia, a partir das 17h30, entre Argélia e Egito.

Em um primeiro tempo pouco movimentado, o primeiro lance a chamar a atenção foi construído pela Nigéria, aos 29min. Yakubu tocou para Obi Mikel, e o jogador do Chelsea executou um chute rasteiro, obrigando o goleiro Mweene a se esticar para salvar Zâmbia.

Ainda na primeira etapa, os zambianos responderam aos 43min. Mbola se livrou da marcação pela esquerda e cruzou na área. Chamanga, porém, não pegou bem na bola, que passou ao lado do goleiro Enyeama.

No segundo tempo, Zâmbia teve duas boas oportunidades para sair na frente do marcador. Na primeira, aos 13min, o Chamanga chutou de fora da área por cima da meta nigeriana; sete minutos depois, Himoonde teve uma cabeçada salva em cima da linha.

Mais perigosa, a seleção zambiana continuou pressionando a Nigéria durante o segundo tempo e, por diversas vezes, assustou o goleiro Enyeama. Contudo, a partida não teve gols durante o tempo regulamentar, e a prorrogação se fez necessária para decidir o vencedor.

No tempo extra, logo aos 4min, o atacante Obafemi Martins quase colocou os nigerianos em vantagem, mas sua cabeçada passou por cima. Entretanto, viu sua equipe sofrer uma perda aos 2min da segunda parte da prorrogação: o zagueiro Apam recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Um minuto depois, o zambiano Njobvu acertou um belo chute de fora da área, mas Enyeeama, de mão trocada, realizou a defesa. Zâmbia continuou perigosa, mas sem a pontaria necessária para balançar as redes.

Nos pênaltis, o meio-campista Nyirenda desperdiçou a quarta cobrança de Zâmbia, batendo mal e facilitando a defesa de Enyeama. O mesmo goleiro nigeriano bateu com perfeição o pênalti que garantiu a Nigéria na fase seguinte.

ZÂMBIA (4) 0 x 0 (5) NIGÉRIA

Zâmbia
Mweene; Musonda, Sunzu, Himoonde, Mbola; Nyirenda, Njobvu (Clifford Mulenga), Christopher Katongo e Felix Katongo (Chivuta); Chamanga (Mayuka) e Jacob Mulenga
Técnico: Herve Renard

Nigéria
Enyeama; Yusuf Mohamed, Shittu, Apam e Eichiejile; Kaita, Etuhu (Yussuf), Odemwingie, Obi Mikel e Obasi (Obinna); Yakubu (Obafemi Martins)
Técnico: Shuaibu Amodu

Data: 25/01/2010, segunda-feira
Local: Estádio Alto da Chela, em Lubango (Angola)
Árbitro: Abdel Fatah Essam (EGI)
Cartões amarelos: Musonda, Himoonde, Felix Katongo, Christopher Katongo (Zâmbia); Apam (Nigéria)
Cartão vermelho: Apam (Nigéria)

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host