UOL Esporte Futebol
 
20/02/2010 - 07h04

Em alta, Wesley elege casamento como responsável pela evolução no Santos

João Henrique Marques
Em Santos (SP)

Wesley, 22, deixou o Santos em abril do ano passado e foi atuar por empréstimo no Atlético-PR. Lá, o jogador ganhou destaque, moral, e retornou ao alvinegro valorizado. A grande diferença, porém, está na mudança de vida que teve no fim do ano passado. Segundo o atleta, foi no casamento com Thatiane, 21, que ele ganhou amadurecimento necessário para evoluir na carreira.

”Casando eu coloquei a cabeça no lugar, me tornei uma pessoa mais responsável. Isso me ajudou bastante dentro de campo. Sou uma pessoa determinada, e quero seguir as metas traçadas” comentou o versátil jogador.

Com apenas oito partidas realizadas no time da Vila na temporada, Wesley já mostrou estar mais eficiente. Na primeira passagem, foram 46 jogos realizados e apenas um gol marcado. Neste ano, ele já marcou dois, mesmo jogando de maneira mais recuada por opção de Dorival Júnior.

No Santos, Wesley viveu um bom momento com Emerson Leão, no início de 2008. Entretanto, logo depois perdeu espaço com a chegada de Cuca e posteriormente a efetivação de Márcio Fernandes. No ano seguinte, Vagner Mancini não o aproveitava, e por isso, o clube acertou o empréstimo para o Atlético-PR até o fim do Brasileirão.

”Lógico que fiquei muito triste por estar saindo de um clube grande. Mas coloquei na minha cabeça que precisava fazer um bom Brasileirão. Hoje, não posso negar que o Atlético-PR foi algo importante para a minha carreira, me fez recupera a auto-estima” destacou o jogador.

Com Dorival, o meia de origem tem atuado como volante. Nesta posição, ele se garantiu como titular. Mesmo quando o técnico precisou improvisá-lo na lateral-direita, Wesley não decepcionou. A única vez que isso aconteceu foi no clássico contra o São Paulo, onde teve atuação de destaque, e deu o passe para Robinho marcar o gol da vitória por 2 a 1.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host