UOL Esporte Futebol
 
11/03/2010 - 17h26

Presidente do Coritiba não descarta um novo recurso contra punição

Do UOL Esporte
Em Curitiba*

O presidente do Coritiba, Jair Cirino dos Santos, disse que considerou satisfatória a redução da pena imposta ao clube, de 30 para a perda de 10 mandos de jogos, mas ressaltou que não se sentia satisfeito com veredito. Logo após o julgamento do recurso, ocorrido nesta tarde, no STJD, o dirigente não descartou a possibilidade de entrar com um embargo da decisão, sob a alegação de que houve divergências nos votos dos auditores.

"Houve votos divergentes. Teve um auditor que propôs a perda de 9 mandos. Quando isto acontece, pode até haver um embargo da decisão. Não estou dizendo que nós iremos fazer isto. Antes vamos avaliar junto com nossos advogados", comentou o dirigente.

Em entrevista à Rádio Banda B, o diretor-jurídico, Gustavo Nadalin, confirmou que o clube deverá ingressar com o recurso, no STJD, no prazo máximo de três dias. Segundo ele, a divergência nos votos justifica a atitude da agremiação.

"Se existe esta possibilidade, o Coritiba vai esgotar todos os recursos para buscar justiça", disse o advogado.

Cirino admitiu que, diante da pena anterior, o resultado desta quinta-feira pode ser considerado uma vitória, mas mostrou-se insatisfeito com a sentença.

O CORITIBA NO TWITTER

"Se considerarmos que a pretensão da procuradoria era de manter a perda de 30 mandos, podemos dizer que o resultado foi satisfatório. Mas eu, pessoalmente, não estou contente, porque a nossa pretensão era a absolvição", declarou o presidente coxa-branca.

Com a punição, o Coritiba ficará sem jogar em casa até setembro, quando recebe a Portuguesa, pela 22ª rodada da Série B do Brasileiro. Neste período terá que atuar a uma distância de 100 quilômetros de Curitiba. Jair Cirino, no entanto, disse que a diretoria ainda não definiu onde será a nova "casa" do clube.

"Já fizemos alguns contatos, mas não vamos adiantar nada neste momento, pois nosso foco, até agora, era para o julgamento. Qualquer coisa dita neste momento será mera especulação", afirmou.

O dirigente deixou escapar, porém, que a intenção é buscar uma sede o mais próxima possível. "A ideia é não levar o time muito longe da torcida, para não aumentar o prejuízo. Não podemos interiorizar demais, para não afastar o torcedor", declarou.

 *Atualizada às 18h24

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host