UOL Esporte Futebol
 
11/03/2010 - 18h36

Sem prometer gols, Robinho vibra com atuações e quer papel de coadjuvante

João Henrique Marques
Em Santos (SP)
  • Robinho marcou cinco gols em oito jogos pelo Santos desde que retornou ao clube

    Robinho marcou cinco gols em oito jogos pelo Santos desde que retornou ao clube

Na histórica goleada por 10 a 0 contra o Naviraiense, na última quarta-feira, na Vila Belmiro, no jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil, Robinho deu assistências, dribles desconcertantes, mas marcou apenas um gol – o quarto da equipe santista-. O placar elástico foi obtido graças, principalmente, as performances de André, autor de três gols, Neymar, de dois e Madson, outros dois. O papel de coadjuvante na partida não o incomoda. Pelo contrário, o Rei das pedalas está satisfeito com sua produtividade para a equipe.

“Gols são importantes e todo o atacante quer fazer. Acontece que não sou centroavante, e reconheço que o time do Santos tem uma variação muito grande. André, Neymar, Ganso, Marquinhos, são vários jogadores com uma presença ofensiva muito grande. Procurando meus espaços, driblando e servindo os companheiros sei que vou ajudar bastante” comentou o camisa 7.

Em oito jogos desde que retornou ao clube, o jogador marcou cinco gols. Os artilheiros são André e Neymar, com dez gols cada. O atacante garante não estar preocupado em brigar pelo posto de goleador da equipe.

“Se o Felipe (goleiro) fizer gol, e ganharmos as partidas por 1 a 0, nós vamos bater campeão no fim dos campeonatos. Isso que eu quero. Não tenho essa ambição de lutar por marcas pessoais” disse o Rei das pedaladas.

O SANTOS NO TWITTER

Robinho auxilia Dorival Júnior na tentativa de conter a euforia dos mais jovens. O treinador elegeu o craque com capitão da equipe assim que assumiu a condição de titular.

“Eu não mudo só porque estou com a braçadeira. Continuo com o mesmo jeito brincalhão de sempre. Quem está aqui sabe disso” garantiu.

“Falo para os companheiros que time que quer ser campeão tem que jogar igual contra todos os adversários. As críticas vão vir se não mantivermos essa postura. A melhor maneira de se ganhar partidas é jogando bem. Claro que dando caneta, chapéu, pedalada fica mais bonito, só que precisamos manter os pés no chão” completou o camisa 7.

Na duelo contra o Naviraiense, logo aos 6 minutos, o atacante arriscou pedaladas para cima do marcador rival. Ele conseguiu efetuar o drible, e logo em seguida deu o passe para Paulo Henrique Ganso marcar o primeiro gol do jogo.

“A gente dá respostas dentro de campo. Nós respeitamos os adversários jogando sempre da mesma maneira. Claro que de vez em quando pensam que isso é firula, mas na verdade é futebol com alegria e resultado” opinou Robinho.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host