UOL Esporte Futebol
 
24/03/2010 - 10h50

Comissão disciplinar pune Stoichkov com multa e pedido de desculpas

Das agências internacionais
Em Johanesburgo (África do Sul)

O ex-jogador do Barcelona, Hristo Stoichkov, que na semana passada pediu demissão do Mamelodia Sundowns, foi condenado pela Premier Super League (PSL), a divisão de elite do futebol da África do Sul, a pagar multa de US$ 6.776 e se desculpar publicamente por má conduta apresentada em uma partida que aconteceu em fevereiro.

O então treinador do atual vice-campeão do país foi acusado de utilizar linguagem insultante e fazer gestos agressivos para o árbitro durante o jogo. O búlgaro passou o dedo pela garganta como sinal de ameaça ao juiz.

A comissão disciplinar da liga teve que adiar duas vezes a audiência marcada para punir o treinador devido à sua ausência. Entretanto, Stoichkov finalmente se apresentou na companhia de advogados e se desculpou pelos gestos e atitudes.

Além da multa, o técnico deverá pagar também os custos do processo, que passaram de US$ 8.500. O ex-treinador da seleção búlgara do Celta de Vigo permaneceu quase nove meses na África do Sul e não descarta acertar com outra equipe do país.

Stoichkov também criticou abertamente o brasileiro Carlos Alberto Parreira, comandante da seleção nacional, por convocar oito jogadores de sua equipe e assim desfalcar o time por um longo período. Antes, o ex-jogador do Barcelona também assegurou que dirigentes da Federação Sul-Africana são corruptos.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host