UOL Esporte Futebol
 
24/03/2010 - 07h02

Marquinhos se torna referência aos 28 anos e vira 'patrão' para os mais novos

João Henrique Marques
Em Santos (SP)

Mesmo com apenas 28 anos, Marquinhos ganhou status de veterano no Santos. Isso porque, atuando ao lado do jovem trio ofensivo formado por Paulo Henrique, 20, Neymar, 18 e André, 19, o meia virou referência para os companheiros, e ganha cada vez mais o respeito de Dorival Júnior.

De amizade fácil, e conselheiro nato, Marquinhos ganhou de Neymar o apelido de “patrão”. O meia tem boa relação com os jogadores mais novos do elenco, e sempre procura passar as experiências obtidas na carreira como lição.

“O Neymar que começou com isso de patrão. Ele brinca muito comigo, pois eu dou liberdade. Isso faz o ambiente na concentração ficar mais leve. Só que dá para perceber que os garotos do elenco me respeitam bastante. Também já tive 17 anos, fui promessa no Avaí, e procuro passar isso para eles. Precisamos de títulos para entrar na história” comentou Marquinhos.

Mesmo com o excelente rendimento do trio ofensivo, e a chegada de Robinho, o treinador santista encontrou uma maneira de não sacar Marquinhos da equipe titular. O meia passou a se sacrificar, atuando mais recuado, como volante. O papel de liderança exercido fora de campo é levado em consideração.

“Eu não vejo o Dorival demonstrando preferência por ninguém. Ele dá todas as condições para que todo mundo possa jogar, ou ao menos ser testado. O importante é o jogador entender que ele não pode ser maior do que o clube” aconselhou o “patrão” da garotada.

O SANTOS NO TWITTER

No Santos, o meia volta a ter uma oportunidade em um clube grande, após passagens frustrantes por Flamengo, São Paulo e Atlético-MG. No time da Vila, o jogador vem conseguindo demonstrar o mesmo rendimento que o fez ser considerado um dos melhores meias do Brasileirão 2009, atuando pelo Avaí-SC. Na equipe catarinense comandada por Silas, Marquinhos era capitão.

“Ele é o patrão no Santos, pois para nós, jovens, sempre chega com as mensagens certas nos momentos oportunos. Um grupo precisa de pessoas assim que sabem dialogar com os outros. Além disso, o cara está nos ajudando muito dentro de campo” destacou Madson, de 23 anos.

Marquinhos marcou dois gols, em 14 jogos na temporada. O primeiro gol com a camisa santista foi a da vitória, por 1 a 0, contra o Naviraiense, em Campo Grande –MS, na partida de ida da primeira fase da Copa do Brasil. No duelo de volta, na Vila Belmiro, o meia marcou um dos gols na histórica goleada de 10 a 0.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host