UOL Esporte Futebol
 
26/03/2010 - 11h13

Prefeitura pode retirar concessão do Engenhão das mãos do Botafogo

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, ameaçou na última quinta-feira retirar a concessão de uso do Engenhão das mãos do Botafogo ou punir o consórcio responsável por sua construção, por conta de problemas estruturais que vem afetando o estádio apenas três anos depois de sua inauguração.

A atitude a se tomar será discutida nesta sexta-feira, quando prefeitura, times e empreiteiras se reúnem para analisar a conservação da arena carioca e apontar os eventuais responsáveis pela degradação do Engenhão, bem como as punições cabíveis.

“Temos que apurar as responsabilidades”, disse Eduardo Paes à Folha de S. Paulo. “Pelo que parece, o Botafogo tem os contratos de manutenção do estádio em dia. Mas quem, pelos relatórios, for definido como o culpado, vai ser punido. Tanto as empreiteiras, com a perda do contrato, quanto o clube, com a perda da concessão. O que não pode é ficar no jogo de empurra-empurra”.

O estádio vem apresentando problemas como infiltrações em salas de máquinas e lajes que se chocam uma contra as outras. O consórcio, que construiu o estádio a um custo de R$ 380 milhões com uma garantia de cinco anos, já recomendou a colocação de macacos nas fundações do Engenhão.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host