UOL Esporte Futebol
 
06/04/2010 - 12h20

Operado com êxito, Obina passa bem e terá alta ainda nesta terça-feira

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte

Operado na manhã desta terça-feira no Hospital Ortocenter, localizado na região hospitalar da capital mineira, o atacante Obina, do Atlético-MG, passa bem e deve ter alta na noite desta terça. A cirurgia, que durou uma hora e quinze minutos, serviu para reconstruir os ligamentos laterais do tornozelo esquerdo do artilheiro atleticano.

De acordo com o médico Rodrigo Lasmar, que realizou a cirurgia, Obina ficará três semanas em repouso antes de iniciar o trabalho de recuperação. “O Obina ficará três semanas com imobilização no tornozelo. Depois, começa o trabalho físico”, observou o chefe do departamento médico do Atlético.

Segundo Rodrigo Lasmar, a previsão inicial de três meses afastado dos gramados está mantida. Com isso, Obina, artilheiro do Atlético na temporada com 12 gols, deve voltar a atuar somente no Campeonato Brasileiro. O atacante desfalcará o time alvinegro na fase final do Campeonato Mineiro e na sequência da Copa do Brasil.

Obina sofreu a lesão na goleada sobre a Chapecoense, por 6 a 0, no Mineirão, na quinta-feira passada, 1º de abril, pela segunda fase da Copa do Brasil. No primeiro minuto de jogo, o atacante recebeu uma entrada violenta do zagueiro Rodrigo.

ATLÉTICO-MG NO TWITTER

No mesmo dia, o atacante foi encaminhado ao Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, para realizar exames, que descartaram fratura no local da forte entorse. Porém, a ressonância magnética realizada no sábado passado apontou a lesão grave: rompimento dos ligamentos laterais do tornozelo esquerdo.

Na segunda-feira 4, a comissão de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou o afastamento por 30 dias do árbitro José Henrique de Carvalho, de São Paulo, por não expulsar o zagueiro da Chapecoense. Rodrigo sequer recebeu o cartão amarelo no lance que provocou a contusão de Obina.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host