UOL Esporte Futebol
 
12/04/2010 - 09h22

Após ameaça da Uefa, Ucrânia promete acelerar obras para Euro-2012

Das agências internacionais
Em Kiev (Ucrânia)

Michel Platini, presidente da Uefa, advertiu: em até dois meses, a Ucrânia precisa mostrar avanços nos preparativos para receber a Eurocopa-2012. Após o alerta, o governo do país se comprometeu a acelerar as obras necessárias para sediar a competição.

“Os estádios em Lviv e Kiev e dois aeroportos são nosso foco agora. O atraso mais sério está no estádio de Lviv. A Uefa nem o colocou em sua categoria ‘vermelha’, mas sim na ‘preta’. Contudo, quero dizer que tudo estará pronto perto dos prazos estabelecidos”, afirmou Borys Kolesnikov, vice-primeiro-ministro da Ucrânia, nesta segunda-feira.

A Ucrânia sediará a Euro-2012 ao lado da Polônia, mas tem enfrentado diversos problemas nas obras em estádios e infraestrutura. Dificuldades financeiras, condições climáticas adversas e tensão política atrasaram o andamento dos trabalhos, o que preocupa a Uefa.

Nos próximos dois meses, a Ucrânia deve completar os níveis de fundação dos aeroportos planejados em Donetsk e Lviv. Além disso, partes das arquibancadas dos estádios destas cidades devem ficar prontas neste período.

Kolsenikov afirmou que o governo ucraniano gastou cerca de US$ 69 milhões nos últimos 20 dias para as obras necessárias para a Euro-2012. Ele ainda planeja destinar US$ 3,3 bilhões do orçamento estatal para ajudar a modernizar estádios, desenvolver a infraestrutura dos aeroportos e construir estradas.

Quatro cidades ucranianas receberão as partidas da Euro-2012: Kiev, Lviv, Kharkiv e Donetsk.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host