UOL Esporte Futebol
 
27/04/2010 - 12h13

Em boa fase, Aranha destaca apoio de Luxa e evita se empolgar no Atlético

Bernardo Lacerda
Em Vespasiano (MG)

Criticado no início desta temporada, o goleiro Aranha acredita que a boa atuação na vitória do Atlético-MG sobre o Ipatinga, por 3 a 2, no domingo passado, na primeira partida da final do Campeonato Mineiro, serviu para retribuir o apoio dado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo.

“Quando as coisas não estavam tão bem para mim, ele (Luxemburgo) foi o primeiro a sair em minha defesa, acreditou no meu trabalho. Fico contente em poder dar uma resposta boa para ele, principalmente”, disse Aranha.

Em entrevista coletiva na sexta-feira 23, Luxemburgo elogiou o goleiro e disse que Aranha foi o jogador que mais evoluiu desde a sua chegada ao comando do Atlético, em janeiro deste ano.

Porém, o camisa 1 atleticano mantém-se cauteloso, apesar dos elogios e da boa atuação. “Tenho minha autocrítica. Costumo falar que nunca acho que sou o melhor. Quando as coisas estão indo bem, é quando recebo elogios e sou aplaudido. Procuro manter um trabalho, que vem sendo bem-feito”, observou Aranha.

ATLÉTICO-MG NO TWITTER


Em 17 jogos disputados na temporada com a camisa alvinegra, Aranha sofreu 15 gols, uma média de 0,88 gols por partida. “A gente entra em campo sempre para fazer o seu melhor, ajudar a equipe e é isso que procuro fazer. Fico contente quando o reconhecimento vem”, destacou.

Para o goleiro, o seu ponto forte é a tranquilidade, tanto para enfrentar turbulências quanto quando aparecem os elogios. “Meu ponto forte, como goleiro, é minha tranquilidade. Em meio a tudo que aconteceu e vem acontecendo, mantenho o mesmo trabalho e minha cabeça. Não me empolgo fácil nem me deixo abater tão fácil assim”, ressaltou Aranha.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host