UOL Esporte Futebol
 
27/04/2010 - 11h15

Presidente do Botafogo diz que Joel ficou "por causa da estrutura"

Bernardo Feital
No Rio de Janeiro

Cobiçado pelo Flamengo, Joel Santana, técnico do Botafogo, teve seu nome em alta na última semana. Ao fim, porém, ele decidiu permanecer em General Severiano e alegou como um dos fatores principais a identificação com o clube. Contudo, o presidente alvinegro, Mauricio Assumpção, explicou que a permanência não se deu exatamente por isso. De acordo com ele, o ponto principal para a decisão do treinador foi a estrutura.

“Ele não ficou aqui somente porque tem carinho pelo clube. Temos uma proposta de trabalho, uma estrutura organizacional que foi modificada, que dá suporte ao treinador”, disse o presidente do Botafogo, complementando.

“Mas isso também só diz respeito a nós. Nós não somos exemplo para ninguém. Temos de ser exemplo para nós mesmos”, emendou.

Após três anos sem título, Maurício Assumpção ainda vibra com a conquista do Estadual sobre o Flamengo. O presidente destacou, porém, que nada aconteceu por acaso. Ele ressaltou o trabalho e o planejamento como responsáveis pelo êxito, e lembrou também de quem deu o pontapé inicial no comando da equipe.

BOTAFOGO NO TWITTER

“É complicado você fazer planejamento e o nosso deu certo, culminou com o título. Tudo isso foi fruto de um trabalho que começou ano passado. Inclusive, quando fui parabenizar o Ney Franco pelo título com o Coritiba, também agradeci a ele pelo que ele fez aqui. Ele teve participação”, encerrou Assumpção.

O Botafogo já vem pensando na disputa do Campeonato Brasileiro. O clube ainda não abriu negociação com nenhum jogador, mas o meia Maicosuel, do Hoffenheim, da Alemanha, está na mira.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host