UOL Esporte Futebol
 
06/05/2010 - 17h37

Novato no Palmeiras, Lincoln pede grandeza ao clube no Brasileiro

Rodrigo Farah
Em São Paulo

Assim como o restante do elenco, o meia Lincoln mostrou muito abatimento pela queda do Palmeiras na Copa do Brasil para o Atlético-GO. Preocupado com a nova eliminação na temporada, o camisa 99 pediu para a equipe mudar seu perfil no Brasileirão, assumindo uma postura “vencedora” daqui para frente.

“Volto a repetir o que falei quando cheguei, o Palmeiras tem que voltar a ser um time vencedor e fazer os outros entenderem isso. O Brasileiro é um outro campeonato e temos que por isso em prática”, destacou o meio-campista no desembarque da equipe em São Paulo nesta quinta.

Em seguida, Lincoln foi perguntado se o Palmeiras não havia assumido uma postura de “time grande” na derrota para o Atlético-GO da última quarta-feira. O jogador afirmou que não, mas salientou que a equipe precisa fazer isso ao longo de toda a temporada.

“O Palmeiras entrou como um time grande, mas a questão não é só um jogo e sim todo um campeonato”, completou o jogador contratado pelo clube em fevereiro deste ano.

Destaque do Palmeiras nos últimos jogos, Lincoln também admitiu que ficou chateado por ter sido substituído por Éwerthon no segundo tempo e, consequentemente, não ter cobrado um dos pênaltis da decisão. Ainda assim, disse respeitar a decisão do técnico Antônio Carlos.

“Este é o tipo de jogo que você não quer sair. Acho que poderia ter ajudado mais a equipe, mas respeito a opção do Antônio Carlos. Agora é um momento de ajudar e eu tenho de acatar a decisão”, concluiu.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host