UOL Esporte Futebol
 
24/05/2010 - 22h13

São Paulo estende parcerias pontuais e admite ficar sem patrocínio longo

Carlos Padeiro
Em São Paulo
  • Raí, garoto-propaganda da Bombril, dirigentes e atletas posam para foto após anúncio de parceria

    Raí, garoto-propaganda da Bombril, dirigentes e atletas posam para foto após anúncio de parceria

Com a presença de Raí, o São Paulo oficializou na noite desta segunda-feira a parceria com a Bombril, que exibirá sua marca na manga da camisa tricolor pelo menos até as semifinais da Copa Libertadores. A empresa patrocina o clube desde o duelo de ida com o Cruzeiro, pelas quartas de final, e agora o vínculo foi ampliado.

No início do ano, o presidente Juvenal Juvêncio e o departamento de marketing do clube trabalhavam com valores ousados para patrocínio máster – mencionaram de R$ 30 a 40 milhões anuais. Agora, o vice-presidente de marketing Julio Casares já admite que um contrato longo provavelmente ficará para 2011.

“Se você me perguntar se eu aposto que o patrocínio ficará para 2011, eu diria que sim. Já estamos no meio do ano, é ano de Copa do Mundo e as empresas já definiram seus investimentos em diversos setores”, comentou Casares.

“Estamos trabalhando de forma precisa e essas parcerias pontuais têm rendido mais do que outras propostas que recebemos para projetos mais duradouros. Agora teremos essa pausa da Copa do Mundo para conversar ainda mais com essas empresas que estão próximas do São Paulo”, acrescentou o cartola.

O clube do Morumbi já foi patrocinado pela Hypermarcas durante as semifinais do Campeonato Paulista e as oitavas de final da Libertadores. Recebeu cerca de R$ 4 milhões.

Antes de encarar o Cruzeiro, assinou com a Bombril para a manga e a Biosintética, do Grupo Aché do ramo farmacêutico, para o peito e as costas da camisa. O acordo valeria até os jogos pré-Mundial da África do Sul, mas foi ampliado até as semifinais do torneio continental e pode valer na final (em agosto), caso o time do técnico Ricardo Gomes supere o Internacional. Inclui também compromissos pelo Campeonato Brasileiro. O montante envolvido no negócio gira em torno de R$ 6 milhões.

Outro patrocínio curto em 2010 foi da Locaweb, durante o clássico com o Corinthians, pelo Estadual, e o confronto com Monterrey, pela Libertadores.

Raí compareceu ao evento, que contou com a presença de dirigentes são-paulinos e representantes da Bombril, para anunciar o apoio da empresa à Fundação Gol de Letra.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host