UOL Esporte Futebol
 
25/05/2010 - 19h34

Boatos sobre saída de atletas já circulam nos corredores da Toca da Raposa

Gustavo Andrade
Em Belo Horizonte

A janela de transferências para o futebol europeu será aberta em 1º de agosto e as especulações a respeito da saída de jogadores que atuam no Brasil para o Velho Continente já começam a circular com maior frequência. Na Toca da Raposa II, os boatos chegaram aos vestiários, com troca de informações entre os atletas do Cruzeiro.

Nesta terça-feira, o goleiro Fábio foi comunicado sobre uma possível transferência para o Sporting, de Portugal, pelo seu reserva no Cruzeiro. “Fiquei sabendo no vestiário, o Rafael que me falou. Falei com ele que ele está assistindo bastante TV. Falei algumas coisas com meu empresário (Eduardo Kuperman), mas não tem nada firmado”, disse o goleiro de 29 anos.

Fábio tem contrato com o Cruzeiro até maio de 2012 e afirma que o clube mineiro decidirá seu futuro. “Tenho contrato com o Cruzeiro, vai do Cruzeiro ouvir a proposta e aceitar. Estou bastante feliz aqui, se o Cruzeiro aceitar é outra situação. Estou fazendo bom trabalho e o reconhecimento está sendo bem-vindo”, afirmou.

Já o atacante Kléber está acostumado a ser envolvido em especulações a cada vez que se aproxima a janela de transferências. Ele avalia que a diminuição de abordagens sobre uma possível saída do Cruzeiro pode estar relacionada à proximidade com a Copa do Mundo.

“No ano passado, falaram tanto na minha saída. Acho que até pela Copa, se fala pouco sobre saída de jogador neste ano. São poucos jogadores saindo e poucas especulações. Vou continuar aqui fazendo meu trabalho. Se for bom para mim e para o Cruzeiro, vamos ver o que vai acontecer. Depende mais do Cruzeiro que de mim”, comentou.

Para Kléber, ser citado em especulações pode não ser tão ruim assim. “Acho que às vezes é até melhor falar, porque quando não fala nada, de repente, o cara some e ninguém sabe. Mas não sei de nada. Para mim, não chegou nada, está tranquilo. Vamos ver como vai ser, a gente espera não perder ninguém, porque nosso grupo é qualificado, mas, se perder peças, pode ficar complicado. Vamos ver se a gente consegue manter o grupo para tentarmos vencer o campeonato”, observou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host