UOL Esporte Futebol
 
10/06/2010 - 15h07

Juíza divulga sentença de processo nesta 6ª em novo capitulo de 'novela Oscar'

Demétrio Vecchioli
Em São Paulo

A polêmica novela envolvendo o São Paulo e o jovem jogador Oscar pode ter mais um capítulo nesta sexta-feira, 11. Isso porque é para esta data que está marcada a divulgação da sentença da juíza Eumara Nogueira Borger Lyra Pimenta, da 40ª Vara do Trabalho de São Paulo, a respeito do processo que o atleta move pedindo recisão contratual com o clube.

A data, porém, não é definitiva. De acordo com o advogado do jogador, dr. André Ribeiro, e o do clube, dr. Carlos Ambiel, a decisão pode ser publicada no site do TRT nesta sexta-feira, mas existe a possibilidade de haver apenas a menção de que o processo está aguardando a redação da sentença. “Tanto pode sair a sentença amanhã (sexta-feira), como daqui a quinze dias”, explica o advogado do São Paulo no caso.

A última audiência do processo do jovem meio-campista contra o clube aconteceu no dia 14 de maio. Na ocasião, o São Paulo comemorou as declarações de Oscar diante da juíza. Assim, o dr. Carlos Ambiel segue otimista com um final favorável à equipe tricolor: “A nossa expectativa é que a decisão será da manutenção do vínculo contratual. Não houve prova de descumprimento de contrato e o depoimento do Oscar confirmou a versão defesa”, analisou o advogado são-paulino.

Como não poderia ser diferente, o advogado de Oscar, que segue recluso em Americana-SP, sua cidade natal, também mostra otimismo às vésperas da decisão judicial: “A expectativa é que a decisão seja favorável. O processo está bem documentado, o depoimento do Oscar demonstrou tudo aquilo que alegamos na ação e entendo que ficou comprovado pelos próprios documentos a ilegalidade da prática em relação ao atleta”, explicou o dr. André Ribeiro.

Oscar, tido como joia da base tricolor, mas pouco aproveitado no time principal na temporada passada, solicitou em janeiro o desligamento do clube por conta de atrasos salariais e de FGTS, além de ter sofrido prejuízo quando foi emancipado para assinar o vínculo com o time do Morumbi.

Caso a decisão seja favorável ao São Paulo, Oscar teria que cumprir seu contrato, que vai até dezembro de 2012. Se o atleta sair vitorioso do processo, fica livre para negociar com outros clubes. Os advogados das duas partes, porém, destacam que há a possibilidade de recursos em qualquer que seja a decisão da juíza, o que deve prolongar a novela.

Outros dois jovens jogadores que entraram com processo contra o São Paulo no início da temporada já se acertaram com o clube e foram reintegrados, com novos contratos. São eles o lateral-esquerdo Diogo, inscrito na Libertadores, e o atacante Lucas Piazon, que voltou a treinar com o time sub-17.

Com isso, de acordo com o dr. Carlos Ambiel, o São Paulo tem apenas mais um jogador buscando o desligamento do clube por via judicial. É o meio-campista Rafinha, atualmente emprestado ao Coritiba. Ele alega que o Paraná Clube, clube para o qual foi cedido no ano passado, deixou de lhe pagar salários, e entende que isso descumpre seu contrato com o time paulista. O pedido de liminar já foi indeferido em primeiro julgamento e agora as duas partes aguardam uma audiência de instrução, ainda sem data marcada.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host