UOL Esporte Futebol
 
11/06/2010 - 14h33

Em nota, Corinthians pede "prudência" ao Conselho para discutir estádio

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O tema construção de um estádio voltou a ser assunto pelos lados do Corinthians. Em nota oficial, a diretoria do clube de Parque São Jorge pediu “prudência” e “serenidade” ao Conselho Deliberativo do clube na tomada de qualquer decisão sobre o assunto.

Recentemente, foi apresentado ao Conselho um projeto de estádio feito pelo banco português Banif e pela construtora alemã Hothief. No entanto, uma discussão entre os conselheiros que divergiam da assinatura do contrato e os que eram pró-assinatura, como o presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians, Carlos Senger, tomou conta do local.

À época, Luis Paulo Rosenberg, vice-presidente de marketing do clube, não demonstrou empolgação com a proposta do Banif. Apesar disso, de acordo com a Rádio Globo, o Conselho irá se reunir no dia 28 de junho para deliberar se aceita ou não a proposta.

“Em primeiro lugar, deixemos expresso que a construção de um estádio sempre foi uma das prioridades da atual Diretoria. Não foram poucas as propostas recebidas e dissecadas. Tanto é que, no último dia 10 de junho de 2010, essa Diretoria encaminhou ao Presidente do Conselho um ofício requerendo a convocação de todos os Conselheiros, nas proximidades do dia 15 de julho, para ciência de outro projeto, cujos detalhes estão em fase final de análise”, diz um dos trechos da nota assinada por Roberto de Andrade Souza, atual presidente em exercício --Andrés Sanchez chefia a delegação brasileira na Copa-2010.

“De qualquer forma, é preciso prudência. É preciso serenidade. É preciso responsabilidade. Ainda mais com um assunto tão caro aos corintianos. A assinatura de um acordo de tal natureza implicará, obrigatoriamente, na assunção, pelo clube, de obrigações vultosas e ônus importantes”, destaca outro trecho da nota.

O projeto

O estádio do Corinthians, segundo a proposta, seria construído em um terreno entre a Avenida Aricanduva e a Marginal Tietê, próximo ao município de Guarulhos. Teria capacidade para 56 mil pessoas, além de possuir três mil vagas de estacionamento. O custo aproximado do projeto está estimado em R$ 450 milhões, bancados pelos investidores.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host