UOL Esporte Futebol
 
25/06/2010 - 07h02

Inter mostra frustração no caso Sóbis, mas empresário está otimista

Jeremias Wernek
Em Porto Alegre

As reuniões do dirigente do Inter com a cúpula do Al-Jazira não animaram muito o clube gaúcho. Os árabes seguem irredutíveis na pedida de 6 milhões de euros pelo atacante Rafael Sóbis.

O Inter tenta parcelar ou reduzir o valor, mas não tem obtido êxito. O assessor do departamento de futebol, Giovani Luigi segue com o discurso pessimista. “Está muito difícil, do jeito que as coisas caminham é quase impossível”, disse o cartola ao jornal Correio do Povo.

Porém o empresário de Sóbis, Jorge Machado, também está em Abu Dhabi e adota outro tom. “Tudo se define nesta sexta, vamos ver, mas as coisas estão bem encaminhadas”, comentou Machado à reportagem do UOL Esporte.

Sóbis já comunicou que só aceita se transferir para o Inter. O Al-Jazira irá se desfazer de todos os seus jogadores estrangeiros para o começo da próxima temporada, mas quer recuperar parte do alto investimento feito na contratação do jogador, no começo de 2008.

O enviado do clube vermelho permanece nos Emirados Árabes até esta sexta, onde terá uma nova reunião para tentar reverter o quadro. O departamento de futebol do clube gaúcho não gostou do tratamento dado ao possível reforço perante os torcedores.

Um serviço terceirizado de envio de mensagens de celular teria remetido aos sócios um texto anunciando a grande possibilidade da volta de Rafael Sóbis. De férias no Brasil, o atleta tem salários acertados com o Inter.

“Ele não vai ficar no Al-Jazira, eu entendo que tudo vai acontecer, mas as coisas são demoradas com eles”, disse o empresário Jorge Machado, se referindo aos dirigentes do Al-Jazira.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host